Wellington e Mauro têm registros deferidos pela Justiça Eleitoral
Adventista

Fullbanner1


Wellington e Mauro têm registros deferidos pela Justiça Eleitoral

Fonte: Da Redação
SHARE

A Justiça Eleitoral de Mato Grosso deferiu no começo da noite desta quarta-feira, os registros das candidaturas do ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (DEM) e do senador Wellington Fagundes (PR) que concorrem ao cargo de governador.

O registro do candidatura de Arthur Nogueira (Rede)  também teve o registro autorizado para a disputa. Os respectivos vices das chapas receberam também o registro, inclusive o de vice de Mauro, o ex-prefeito de Lucas de Rio Verde, Otaviano Pivetta.

A coligação de Pedro Taques alegou que Pivetta, estava com prestação de contas consideradas irregulares pelo Tribunal de Contas da União (TCU) quando foi prefeito de Lucas. No entanto,  o Ministério Público Eleitoral deu parecer contrário à impugnação, destacando que a decisão do TCU foi anulada pela Justiça.

O registro das candidaturas de Pedro Taques (PSDB) e Moisés Franz (PSOL) ainda aguardam julgamento por parte do Tribunal Regional Eleitoral.

Para o senado, cinco dos onze candidatos inscritos já tiveram os registros deferidos: Adilton Sachetti (PRB), Maria Lúcia Cavalli (PC do B), Aladir Albuquerque (PPL), Sebastião Carlos  (REDE) e Waldir Caldas (Novo) estão autorizados pela Justiça Eleitoral para disputar.

Ainda aguardam o registro; os candidatos Carlos Fávaro (PSD), Gilberto Lopes Filho (Psol), Jayme Campos (DEM),  Selma Arruda (PSL), Nilson Leitão (PSDB) e Procurador Mauro (Psol).

Para deputado federal já foram deferidos mais de 50 registros e ainda houve seis desistências.

No entanto, para deputado estadual mais 100 registros foram deferidos e cinco desistências confirmadas. Nenhum candidato até o momento teve o registro indeferido pela Justiça Eleitoral.