“Você não é feminista?!”, gritou homem para motorista de ônibus durante...
Fullbanner1



“Você não é feminista?!”, gritou homem para motorista de ônibus durante bate-boca Veja Vídeo

Fonte: O livre
SHARE
Foto: Reprodução.

A motorista de ônibus Alisangela de Souza, que trabalha no transporte coletivo de Cuiabá há 15 anos, viveu uma situação que ela mesmo classificou como constrangedora na manhã deste domingo (11). Alisangela foi ameaçada e xingada por um condutor de um Uno, que se irritou com ela depois de não ter a preferência concedida.

A confusão começou por volta das 1oh50 da manhã depois que o homem disse que Alisangela fez com que ele fosse “fechado” cruzamento da rua Pernambuco, nas proximidades do Terminal do CPA 1. Ele parou o carro, foi até o ônibus e o bate-boca começou. Alisangela diz que ele ia dar passagem, mas quando viu que se tratava de uma mulher tomou a frente e começou a buzinar e fazer gestos obscenos.

“Você tem que ter mais respeito! Vocês não é mulher?! Não é feminista?!”, gritou ele. A motorista questionou-o: “E o que tem eu seu mulher? Que preconceito é esse?!”. A discussão não terminou por aí e virou caso de polícia. Alisângela vai registrar um boletim de ocorrência contra o suposto agressor, ela chegou a gravar um vídeo da discussão.

“Mesmo se eu tivesse fechado ele, isso não é comportamento de ser lucido, ja pensam se eu tivesse então batido ou encostado no carro dele e ele estivesse armado? Tinha atirado em mim”, escreveu a motorista em publicação feita em seu perfil de rede social.

Depois da gravação, o homem teria continuado com o carro na frente, andando em velocidade reduzida e impedindo que o ônibus ultrapassasse. A lentidão irritou até os passageiros, que chegaram a chamar a polícia, mas nenhuma viatura apareceu no local.

“Na hora eu fiquei forte, mas no fundo eu estava muito constrangida e amedrontada, não sabia o que ele poderia fazer, tinha muitos passageiros dentro do ônibus, todo mundo me viu ser humilhada”, lamenta a condutora, que diz nunca ter sofrido tanto preconceito em um único episódio em seus quinze anos no transporte público.