Viva Bem Rondonópolis: o projeto que não ‘pegou’
Fullbanner1

Fullbanner2


Viva Bem Rondonópolis: o projeto que não ‘pegou’

Fonte: da redação
SHARE
Foto registrada neste domingo (12) mostra carros disputando espaço com as famílias na Avenida Otaviano Muniz. Foto: via WhatsApp.

No Brasil, estamos habituados a frases do tipo “essa lei aí não pegou”. Na cidade de Rondonópolis (214 km de Cuiabá), o buraco é mais embaixo. Por aqui, um simples projeto bacana pode não pegar.

É este o caso do bem intencionado “Viva Bem Rondonópolis”, um projeto da Prefeitura de Rondonópolis que previa interditar aos domingos, das 14h às 21h, a passagem para veículos motorizados na Avenida Otaviano Muniz, e disponibilizar o espaço para o passeio público; propondo atividades culturais, de esporte, lazer e recreação.

Mas parece que, por falta de gestão e alguma resistência de motoristas que insistem em furar o bloqueio (leia matéria postada anteriormente sobre o assunto), o projeto afunda a cada final de semana.

Uma leitora do site Notícias de Mato Grosso enviou pelo WhatsApp a foto que ilustra este texto. Ela registra a avenida, na tarde deste domingo (12), tomada pelos veículos, e com direito a caminhão. Algumas famílias disputam o espaço com os carros e outras, acuadas, optam pelas margens da pista.

Esta coluna espera que a gestão municipal decida esta simples questão: afinal, vamos abrir ou fechar para os carros? Do jeito que está, um acidente grave é questão de tempo.

Montreal

3 COMENTÁRIOS

  1. Com certeza deixar aberto para os carros. Ali é uma rua, avenida, pista, e não local de passeio e lazer.
    Quem.quer lazer, vá para o horto florestal ou fique em suas casas. Quem vai pra uma avenida aberta são pessoas que não tem o que fazer.

  2. Realmente, falta muito ainda pra rondonopolis se encaixar nesse projeto. Vejo muitas cidades, cuiaba por exemplo, que possui parques e lugares ao ar livre que é possível ir com a família passear, praticar atividades físicas e etc. Muito triste uma cidade tão bonita estar tao esquecida nessa parte. Precisamos de uma gestão que olhe para a parte do lazer. Nossas praças estão impossíveis de frequentar, é insegurança, pedintes, usuários de drogas .

  3. SÓ PESSOAL POBRE DE ESPIRITO QUE NÃO VÊ
    QUE O PARQUE DAS SERIEMAS, PODIA SER UM LOCAL
    PARA VC CORTI COM A FAMÍLIA.. PESSOA MAL AMADA
    QUE NEM FAMÍLIA DEVE TER, QUE FICA BRIGANDO PARA
    PASSAR DE CARRO… CIDADE COMO SORRISO FECHA A PRINCIPAL RUA
    PARA CRIANÇAS PODER BRINCAR, NO FINAL DE SEMANA LA FECHA E NA SEXTA E SÓ
    ABRE NA SEGUNDA….

DEIXE SEU COMENTÁRIO

SHARE
Previous articlePolícia Ambiental apreende 70 quilos de pescado em Rondonópolis
Next articleJovem é morta com dois tiros à queima-roupa