Vítima agredida por assaltantes relata momentos de terror sob mira de revólver
Supermoveis


Macropel

Vítima agredida por assaltantes relata momentos de terror sob mira de revólver

Fonte: Ana Flávia Dorsa e Brunoh Pinheiro
SHARE
Grupo foi levado para delegacia, um deles é menor de idade - Foto: Felipe Arcanjo.

A Polícia Militar de Rondonópolis concentrou esforços no resgate de duas vítimas de um assalto na noite deste domingo (6) em uma residência nas imediações do bairro Monte Líbano, próximo ao Hospital Regional.

Um casal chegava da igreja e quando entraram na casa, perceberam que alguns homens corriam na direção da entrada e gritavam para que o portão não fosse fechado.

Uma das vítima relatou que não conseguiu evitar a entrada de um grupo de quatro homens e sob a mira de um revólver, foi agredida e ameaçada de morte por quase duas horas. “O tempo todo eles mandavam a gente ficar quietos. Um deles me agrediu na cabeça. Eu orava e pedia a Deus que nada acontecesse com a gente e com eles também”, contou.

O grupo informou que pretendia levar os dois veículo da garagem além de pertences. A polícia foi comunicada e surpreendeu a ação criminosa. O grupo exigiu a presença da imprensa para liberar as vítimas e o comandante da Força Tática, Major Cândido, realizou a intermediação com os autores.

Por volta das 23h, a polícia entrou na casa e conseguiu fazer o resgate. Ninguém ficou ferido, mas uma das vítimas precisou de atendimento médico, pois tinha problemas cardíacos e passou mal.

A arma utilizada na ação possuía cinco munições não deflagradas. Arma e autores foram encaminhados para a delegacia para a confecção do boletim de ocorrência.

 

Montreal