Visitação à Câmara será suspensa nesta sexta-feira devido a manifestações na Esplanada
Fullbanner1


Macropel

Visitação à Câmara será suspensa nesta sexta-feira devido a manifestações na Esplanada

Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Agência Câmara
SHARE

A visitação à Câmara dos Deputados ficará suspensa nesta sexta-feira (30) em virtude de precauções de segurança devido à greve geral prevista para esta data. Também estarão suspensas as visitas agendadas ao Congresso Nacional.

A manifestação foi convocada por centrais sindicais em protesto contra as reformas trabalhista e previdenciária e a favor da saída do presidente Michel Temer.

Reforço policial
Para evitar danos ao patrimônio público, a Polícia Militar do Distrito Federal informou que será feito um cercamento em torno dos ministérios e uma barricada em frente ao Congresso Nacional. Segundo nota divulgada pela PM, mais de 2.600 policiais serão empregados em dois turnos ininterruptos “de forma a garantir o direito de manifestação e, ao mesmo tempo, proteger a população e o patrimônio”.

A Polícia Militar terá pontos de abordagem em pontos próximos à Esplanada dos Ministérios, que estará fechada para o trânsito de veículos. Nas rodovias de acesso a Brasília, o Batalhão de Policiamento Rodoviário vai fiscalizar os ônibus com destino à manifestação. As imediações dos ministérios também terão reforços de equipes policiais.

Forças Armadas
Em manifestação anterior, no último dia 24 de maio, ocorreram incidentes violentos que levaram o presidente Michel Temer a editar decreto que autorizava o uso das Forças Armadas para garantia da lei e da ordem em Brasília.

Houve protestos da oposição contra a medida, inclusive com a saída de deputados oposicionistas do Plenário da Câmara, em meio às votações. No dia seguinte, o decreto foi revogado por Temer.

Montreal