Visita técnica mostra 40 materiais genéticos de trigo em Campo Verde
Fullbanner1

Fullbanner2


Visita técnica mostra 40 materiais genéticos de trigo em Campo Verde

Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Assessoria
SHARE

No município de Campo Verde (131 km ao Sul de Cuiabá), no campo experimental da Assist (Consultoria e Experimentação Agronômica), ocorre uma visita técnica à cultura do trigo de sequeiro, nesta sexta-feira (30.06). O coordenador do Programa de Apoio à Cultura do Trigo (Protrigo) e pesquisador da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Hortêncio Paro, esclarece que 40 materiais genéticos de trigo para teste de Valor de Cultivo e Uso (VCU) com potencial produtivo para Mato Grosso serão demonstrados aos participantes.

O evento é direcionado a estudantes de Agronomia, empresários, pesquisadores, produtores rurais, profissionais de assistência técnica e extensão rural, e outros. A visita está programada para começar às 8h. Paro salienta que o trigo de sequeiro tem apresentado respostas positivas com uma produtividade entre 35 a 40 sacas por hectare, inclusive com uma qualidade de grão comparado aos melhores trigos importados. “O objetivo da visita técnica é despertar na sociedade agrícola mais uma opção de safrinha, que tem potencial para cultivo de um milhão de hectares em Mato Grosso”, enfatiza.

Conforme o pesquisador, a meta do Protrigo é fazer com que a cultura tenha sustentabilidade no estado. Ele ressalta que a cultura do trigo precisa apenas ter melhores preços e explica que, quando chegar ao preço de R$ 80,00 a saca, comparada com a cultura da soja, Mato Grosso será um grande produtor da cultura. Segundo Hortêncio Paro, o trabalho de validação de tecnologia que testa o sistema de produção está utilizando, nos últimos cinco anos, seis variedades de trigo de sequeiro, a BRS 404, Cd 1104, CD 151, CD 1252, Valente e Sintonia.

Durante a visita técnica, serão apresentados ensaios em estudo para controle de Nematóide, Brusone, trabalho de competição de variedades e ações do Protrigo. Os testes com as variedades serão destinados a materiais genéticos classificados para produção de pão, massas e farinhas consideradas nobres. A visita técnica é uma realização da Assist Consultoria, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e Empaer. O evento tem o encerramento previsto para as 12 horas.

Montreal