Visita do candidato a Governo Arthur Nogueira (REDE) a Tangará da Serra
Fullbanner1



Visita do candidato a Governo Arthur Nogueira (REDE) a Tangará da Serra

Fonte: Assessoria.
SHARE
Foto: Assessoria.

O candidato a governador Arthur Nogueira, da coligação Redefinindo Mato Grosso, realizou uma série de visitas em Tangara da Serra. Neste sábado e domingo se reuniu com produtores e comerciantes.
Nogueira criticou as péssimas condições de tráfego da MT 358, rodovia de acesso ao município e que é de responsabilidade do Estado. “Com certeza os outros candidatos chegaram ao município de avião e não tiveram que pegar a estrada e correr os riscos por causa das péssimas condições de conservação, como a maioria dos mato-grossenses”.
Segundo o candidato, a conservação da rodovia é essencial para fomentar a atividade turística no município. “Sem boas condições de trafegabilidade as pessoas não vão se deslocar ao município”.
Assim como a infraestrutura, Nogueira também defendeu mais uma vez a autonomia orçamentária financeira da Unemat. Tangará da Serra possui um campus da universidade e é polo educacional, recebendo estudantes e profissionais de todo o país. “É necessário dar autonomia financeira e orçamentária para a Unemat, investir nos professores, investir da indução de tecnologia e pesquisa para os alunos, e assim, os municípios onde existe um campus da Unemat, possam desenvolver em termos de ensino superior, atraindo emprego e renda”.
Ao lado do candidato a senador Sebastião Carlos, da Rede Sustentabilidade, e a deputado estadual Joás Nalini, de Tangará, Arthur Nogueira visitou três grandes feiras onde pequenos produtores comercializam a produção de hortifrutigranjeiros. Em todo o município são cerca de 1.300 famílias, que pedem por mais investimentos que fomentem o escoamento da produção. “O Estado precisa olhar para estes pequenos produtores, que colocam o alimento na nossa mesa. O governo precisa administrar para todos”.
Durante a visita, Nogueira ainda se reuniu com o prefeito de Tangará, Fabio Martins Junqueira. Ele ouviu quais as demandas do município e também os projetos implantados e que vem garantindo eficácia no serviço público, um dos exemplos é o hospital municipal de Tangará. “Tivemos que ter pulso firme e tomar uma série de medidas para executar a obra e colocar a unidade para funcionar, garantindo assim um melhor atendimento na saúde da população”, destacou o prefeito.
Nogueira afirma que um gestor público precisa ter prioridades na tomada de decisões. É assim que pretende resolver os principias gargalos enfrentados pelo Estado. “Você não pode começar uma obra se existe outra que é prioritária. Não podemos, por exemplo, investir mais R$1 bilhão no VLT enquanto os repasses para os hospitais estão atrasados, fornecedores estão recebendo parcelado e até o pagamento aos servidores pode atrasar”.
Neste domingo, Nogueira visita a área rural de Rosário Oeste.