Veterano não vai à disputa…

Veterano não vai à disputa…

SHARE
Filha Laura, que desta vez ainda não será candidata, se prepara para a herança política de Júlio Campos. Foto - Reprodução

O ex-governador, ex-deputado federal, ex-senador e ex-prefeito de Várzea Grande, Júlio Campos (DEM), queria muito completar “a figurinha” que falta em seu álbum e ser deputado estadual a partir de janeiro de 2019. O veterano insistia na possibilidade de candidatura nas eleições de 2018, mas acabou recebendo um dos vetos mais duros que um político pode receber, o da família. Preocupados com o desgaste de uma campanha nestes moldes, os filhos de Júlio conseguiram convencer o pai, que está com 71 anos de idade, que entrar no pleito não seria uma boa ideia, sobretudo porque há um ano ele acabara de transplantar o fígado. O anúncio da saída de cena foi feita pela filha mais velha, Laura Campos, que deve ser a partir dos próximos pleitos a herdeira política do pai nas urnas. Ela confirmou a possibilidade à imprensa. “Vou ter o melhor mentor do Estado de Mato Grosso, chamado Júlio Campos, ao meu lado”, projetou.

NENHUM COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO