Vereadores se reúnem com Governador em busca de melhorias para a cidade
Supermoveis

Gov

Macropel

Vereadores se reúnem com Governador em busca de melhorias para a cidade

Fonte:
SHARE

Assessoria

Os vereadores tucanos Rodrigo da Zaeli, Jailton do Pesque Pague e Subtenente Guinâncio foram até a capital Cuiabá (MT) para uma audiência com o Governador Pedro Taques (PSDB), o ex-vice-prefeito de Rondonópolis e ex-governado Rogério Salles também esteve presente na reunião. Na bagagem levaram reivindicações nas áreas da infraestrutura, segurança pública, saúde e meio ambiente. Os legisladores apontaram problemas com a saúde do município e cobraram uma solução referente ao contrato com São Camilo, que administra o Hospital Regional. Também sobre uma estratégia de segurança para os bairros da cidade; sobre a ponte na W11, bairro Sagrada Família.

O vereador Rodrigo da Zaeli cobrou o início da obra da ponte da W11, além de melhorias para a região do Parque Universitário e Sagrada Família. “Coloquei este problema da ponte para o governador, pois entendo que a obra é fundamental para aquela região. Fora que, ela é o ponta pé inicial para que novas melhorias cheguem ao bairro. O secretário Marcelo nos disse que, ainda esta semana deve finalizar um financiamento e, com isso, autorizar o início das obras. Cobramos também outras melhorias para aquela e outras regiões da cidade”, explicou.

O vereador Jailton do Pesque Pague relatou à Taques sua preocupação com a saúde no município. Segundo ele, o contrato com a São Camilo tem provocado instabilidade e medos à população. “É preciso encontrar uma solução para esta situação e finalmente o governador nos tranquilizou. O contrato com a São Camilo deve ser prorrogado até o mês de junho e outros parceiros estão sendo buscados pela equipe do estado”.

Jailton do Pesque Pague demonstrou ainda sua preocupação com uma lei, proposta pelo ex-governador Blairo Maggi, que regulamenta o seguro defeso para piscicultores durante a piracema. Ele pediu ao chefe de Estado para que mantenha este benefício.

Segurança Pública

Os vereadores também se mostraram muito preocupados com a segurança da cidade. Em uma reunião com o Secretário Estadual de Segurança Pública, Roger Jarbas, eles pediram que fosse traçada uma estratégia para minimizar o número de roubos, furtos, assassinatos e outras ocorrências.  O  Subtenente Guinâncio apresentou ideias como o aumento de bases móveis para atender as comunidades.

“Acredito que, com esta medida, vamos minimizar as ocorrências e trazer mais segurança ao cidadão. Com base no meu pedido, o secretário colocou que bases móveis serão implantadas nos bairros, além de um batalhão na Vila Operária. Isso deve ajudar a coibir delitos e garantir mais segura aos cidadãos. Nosso desejo era que fossem instalados batalhões fixos nos bairro, mais o secretário esclareceu que já havia um planejamento e alguns bairros devem ganhar batalhões móveis”, fala.

Eles ainda levantaram o andamento da implantação da escola militar Tiradentes, que deve ser mantida pela Secretaria Estadual de Educação, mas administrada por militares. A unidade educacional atende jovens do Ensino Fundamental e Médio. “O comandante Geral da Polícia Militar, Jorge Luiz, nos atendeu e colocamos a necessidade desta escola para a cidade. Temos experiência do bom funcionamento em outros municípios e acreditamos que nossos jovens merecem este benefício”, conclui.

 

IMG-20170124-WA0026

O presidente da Câmara Municipal de Rondonópolis, Rodrigo da Zaeli, disse que na área de segurança estes três pedidos são fundamentais. “Nós fomos bem atendidos e agora nós vamos nos aprofundar ainda mais sobre a questão da escola militar tendo em vista que temos um vereador subtenente Guinancio que também por ser militar, também é professor”.

O ex-governador Rogério Salles avaliou que a segurança pública tem melhorado na cidade com aumento do efetivo, melhor estrutura e condições de trabalho com novas viaturas, mas que o município precisa de ainda mais investimentos.

“Rondonópolis, por suas características de ser um entroncamento e tem a penitenciária da Mata Grande, é uma cidade que a segurança sempre é uma preocupação e nós viemos cobrar do governador e do secretário de segurança para aumentar novamente a estrutura da Polícia Militar com a transformação da companhia da Vila Operária em batalhão. Esperamos que com esse concurso anunciado pelo governador a cidade seja contemplada com mais policiais civis e militares”.

Em resposta aos pleitos da comitiva de Rondonópolis, o secretário de Segurança Pública explicou que o governo tem o projeto de criar cinco escolas militares em Mato Grosso e uma delas seria em Rondonópolis. A ideia é transformar uma unidade já existente nos moldes da escola Tiradentes, que tem instrução acadêmica e cívica diferenciada.

A cidade também faz parte dos investimentos em bases móveis

Sobre a criação do batalhão da PM, Roger Jarbas explicou que o comandante regional Everton Moretti, iniciou as tratativas com o Ministério Público do Trabalho (MPT) e deve ampliar a discussão também com o Ministério Público Estadual para que os recursos frutos de Termos de Ajuste de Conduta (TAC) sejam utilizados para a construção do batalhão.

Participaram da reunião com o secretário, o ex-governador Rogério Salles e os vereadores Jailton do Pesque Pague, subtenente Guinancio e o presidente da Câmara de Rondonópolis, Rodrigo da Zaeli.