Vereadores participam de audiência pública sobre regularização fundiária
Adventista



Vereadores participam de audiência pública sobre regularização fundiária

Fonte: Secretaria Legislativa de Comunicação Social
SHARE

Os vereadores participaram, na manhã desta segunda-feira (24), de uma audiência pública, proposta pelo deputado estadual Valdir Barranco (PT), para discutir a regularização fundiária na cidade. Logo de cara, o deputado destacou a situação vivida por assentados da região de Colniza, onde nove trabalhadores sem-terra foram mortos em um assentamento de difícil acesso na gleba Taquarucu do Norte. Após o caso, as discussões sobre a regularização fundiária em terras devolutas da União e do Estado em todo o Mato Grosso estão em destaque.

Para debater o assunto, o deputado Valdir Barranco está promovendo audiências públicas, em parceria com à Câmara Setorial de Regularização Fundiária e Mediação de Conflitos da Assembleia Legislativa do Estado – ALMT, representações de entidades organizadas e do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária -Incra. Ele destacou a ineficiência do Instituto de Terras de Mato Grosso – Intermat que, segundo ele, tem se esquivado das discussões pertinentes ao tema

“O Intermat não tem participado das discussões. Talvez por isso a situação tenha chegado onde está. É preciso que seja feito um georreferenciamento urbano e rural, talvez com isso possamos minimizar as situações de conflito. A discussão é pertinente e deve ser abrangida aos órgãos responsáveis e também aos interessados: o trabalhador do campo”, defendeu Barranco.

O vereador e presidente da Casa de Leis, Rodrigo da Zaeli (PSDB), reforçou a importância dos trabalhadores rurais para o abastecimento de alimentos aos mercados e feiras, consequentemente, à mesa do cidadão. “Eles são fundamentais para a garantia dos alimentos à nossa mesa. Estes precisam ser valorizados e as terras devolutas distribuídas para aqueles que querem produzir o sustento de suas famílias”, concluiu.