Vereadores de Primavera do Leste apresentam demandas para o governador Pedro Taques


Vereadores de Primavera do Leste apresentam demandas para o governador Pedro Taques

0
Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Assessoria
COMPARTILHE

Vereadores do município de Primavera do Leste se reuniram nesta quarta-feira (14.06) com o governador Pedro Taques, em Cuiabá, para apresentar as demandas do município e discutir as possíveis soluções.

Na pauta, foram propostas questões como a efetivação do Aeroporto Municipal, a construção de uma nova sede para o Corpo de Bombeiros, construção de pontes e transferência de presos condenados para outras unidades prisionais, devido à superlotação na Cadeia Pública de Primavera.

O coronel BM Alessandro Borges, participou da reunião e explicou que o projeto para construir o prédio do Corpo de Bombeiros, já está em andamento e que será discutido também em audiência pública na cidade.

“Temos já no nosso orçamento de R$ 950 mil para a construção da unidade e contaremos também com contrapartida da prefeitura na viabilização do terreno. Os recursos devem ser repassados para administração municipal realizar a obra”, disse.

Na oportunidade, o governador apresentou para os vereadores um projeto voltado para construção de pontes, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Logística (Sinfra), e que incluirá Primavera do Leste.

“É um projeto de substituição de pontes de madeira por pontes de concreto pré-moldadas em aço. Inicialmente serão investidos R$ 100 milhões, com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A licitação será feita por regiões e os deputados vão nos auxiliar neste processo”, contou o governador.  

O presidente da Câmara de Vereadores de Primavera, Leonardo Tadeu, destacou que esta é a primeira vez que um governador de Mato Grosso recebe uma agenda proposta pela Câmara deste município.

“Sem dúvidas, é um momento histórico para Primavera do Leste, pois a Câmara vem em sua totalidade requerer e participar de uma reunião com o nosso governador do Estado. Foram várias ações e o governador foi disciplinando a quem é de direito e responsabilidade, e assim saímos com saldo positivo dessa reunião”, afirmou o presidente.

A cadeia pública da cidade tem capacidade para atender 65 detentos e atualmente está com 184 presos. Com a reforma do presídio da Mata Grande, em Rondonópolis, os reeducandos condenados serão levados para lá.

Quanto ao Aeroporto Municipal, a Sinfra encaminhará um técnico para fazer estudo da análise da área. Apesar de pavimentado, e com balizamento noturno instalado, o aeroporto está em processo final e homologação.