Vereador propõe interrupção na cobrança do Estacionamento Público Rotativo Rondon
Supermoveis

Fullbanner2


Vereador propõe interrupção na cobrança do Estacionamento Público Rotativo Rondon

Fonte:
SHARE
ver. Olímpio Álvis -PP / Foto: Rivian Dias. Ass. Câmara Municipal

Por: Ailton Lima

O vereador Olímpio Álvis (PP), usou a Tribuna Livre do Legislativo municipal nesta quarta-feira (25), para fazer duras críticas ao modelo de cobrança do Estacionamento Público Rotativo Rondon, e pediu a interrupção na cobrança do serviço, alegando dificuldades de gestão por parte da empresa que explora o serviço.

De acordo com o vereador, ele mesmo já teria sido prejudicado pelo menos duas vezes, com o que chamou de “ineficiência” do sistema de software que faz o controle dos pagamentos/recebimentos.

Para o vereador, as pessoas tem reclamado e estão insatisfeitas com a ‘má qualidade’ da prestação do serviço. De acordo com o edil, o sistema e o parquímetro são complicados, e as pessoas, e até os monitores, estariam com dificuldades em resolver os problemas que surgem, quando os usuários estacionam e tentam utilizar os tão discutidos 20 minutos de tolerância/bônus no estacionamento.

Na verdade, a grande confusão que se tem verificado, é que muitas vezes o sistema de internet que aciona e mantém o sistema em funcionamento, perde o sinal e causa os transtornos aos usuários que dispõem do cartão magnético. Nesse momento as pessoas não têm os estornos dos valores relativos, a que deveriam ter direito e ficam no prejuízo.

Por isso, o vereador sugeriu parcerias aos demais pares da casa de leis, e solicitou apoio à sua propositura.

Olímpio Álvis disse ainda que já está produzindo a citada solicitação de interrupção, e vai encaminhá-la à Prefeitura, ao Procom, e ao Ministério Público solicitando, se preciso, até na justiça, que a cobrança do serviço seja interrompida, até que sejam sanados esses problemas, que segundo afirmou, tem produzido muitos prejuízos aos usuários/contribuintes.

“Olha, a população está no grito e está na bronca, e tem razão para isso! Então eu vou representar por essa interrupção, até porque nós vereadores, estamos aqui para defender os interesses da população. Como é que a empresa vai conseguir ressarcir todo mundo que vem tendo prejuízos com os problemas das máquinas? Quando acontece um problema como esse do estorno do valor do estacionamento, os monitores nem sempre sabem resolver e recomendam que se procure o escritório da empresa. Mas nem todo mundo tem tempo para ir até lá e resolver, e acabam no prejuízo. Isso deveria ser resolvido de forma mais fácil, através de mais eficiência dos equipamentos. Então, até que se resolva isso, acho que as cobranças deveriam ser interrompidas”. Finalizou o vereador

Montreal