Vale a pena investir no desenvolvimento de Líderes?
VendaMais

Vale a pena investir no desenvolvimento de Líderes?

0
SHARE

As empresas sempre lidaram com cenários instáveis, cheios de desafios dentro e fora do contexto organizacional: agressividade da concorrência, projetos de mudança desafiadores, resistências internas na equipe que disputa poder e teme o que as mudanças trarão para suas próprias vidas.O que mudou então? A velocidade com que isso acontece. E, por isso, as empresas e organizações precisam implementar novas ações de forma simples e veloz para garantir que sua posição no mercado, seus valores, suas metas e sua visão de futuro sejam garantidos.Novas estratégias, metodologias de trabalho, ferramentas, estrutura: o novo precisa acontecer.

Mas do que depende tudo isso? Apenas de dinheiro para investir? Se assim fosse, as grandes e poderosas empresas nunca perderiam posição para novas empresas, que ousam competir com as líderes de mercado. Por que, então, as empresas duram? Uma das principais razões: porque tiveram uma visão clara do futuro que gostariam de construir e souberam disseminá-la, mantendo as pessoas motivadas em alcançá-la.  Precisaram, porém, de líderes preparados para dirigir esse processo de mudança. Líderes que conseguiram influenciar, relacionar, compreender, desafiar, desenvolver, integrar a equipe.  Onde estão estes líderes tão preparados para levar as organizações ao futuro desejado?  Por que tão poucos exemplos a serem citados, estudados, copiados? Como se fazem líderes? Como nos tornamos líderes?  Ou líderes nascem prontos, portanto não adianta investir em desenvolver pessoas para que se tornem líderes?

A história responde: Liderança é aprendida, pois é um conjunto de habilidades que não são consequência da personalidade de alguém, mas, sim, das experiências que essa pessoa viveu e o que aprendeu com ela, de forma a criar hábitos de liderança.  Para se criar uma cultura forte, que permita à Empresa se diferenciar no mercado e enfrentar crises, é preciso, sem sombra de dúvidas, de Líderes hábeis e auto motivados.  Sem eles as pessoas não terão o alinhamento nem energia necessários para todo o esforço que momentos de mudança exigem.  Mas é papel da empresa desenvolvê-los? E, se não for, de quem seria?

Acredito que as Empresas precisam sim desenvolver Líderes até porque atributos de liderança variam de Empresa para Empresa conforme seu porte, cultura, setor de atuação, objetivos que persegue, seu posicionamento estratégico, sua visão de futuro.  Se a Empresa não desenvolver líderes, contará com uma equipe limitada para implementar projetos que, muitas vezes, impactarão na sobrevivência do negócio.  E mais, não se trata de uma ação pontual que se realize diante de uma situação de crise ou de mudanças: é uma constante, que evolui gradativamente já que o processo de aprendizagem de novos comportamentos e conhecimentos precisa de tempo para ser efetivado.

Se você é dono de um negócio, cabe a você não somente patrocinar iniciativas de desenvolvimento de líderes, mas, principalmente, ser exemplo de liderança para todos. Isso requer humildade para também passar por esse árduo e recompensador trabalho.

Se você é gestor não proprietário, cabe a você colocar toda a energia para que o retorno do investimento realizado pela empresa em seu desenvolvimento seja rápido e impactante. E se a Empresa optar por não investir nesse processo é sua responsabilidade fazê-lo por si mesmo, pois sua evolução profissional é a única garantia para continuar empregável.

É necessário, portanto, que haja uma responsabilidade compartilhada, coletiva em desenvolver lideranças. Um processo longo, intenso e estratégico. Estratégico demais para não estar como prioridade número um em sua lista de passos para o sucesso.

E se você não sabe por onde começar, um exemplo para o desenvolvimento de gestores é a Formação Avançadas de Líderes do Grupo Valure. O único programa aberto do Centro Oeste que reúne treinamento com coaching, de forma a gerar mudança real de comportamento e líderes preparados para o desafio de gerenciar pessoas. O treinamento, que é voltado para profissionais que atuem como gestores de pessoas há pelo menos dois anos, tem o intuito de preparar líderes para conseguir mais da equipe, com menos. No dia 18 de agosto, no Delmond Hotel inicia a turma em Cuiabá. E aí quando você vai começar?

Lorena Lacerda é Diretora Geral do Grupo Valure, atua há mais de 16 anos como Coach de Executivos, possui formações no Brasil e nos Estados Unidos, já treinou mais de 2000 gestores em seus 20 anos de atuação profissional.

 

NENHUM COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO