Uberlândia empata no fim, e Cruzeiro está fora da briga pela liderança
Adventista



Uberlândia empata no fim, e Cruzeiro está fora da briga pela liderança

Fonte: GloboEsporte.com
SHARE

Caio Dantas entrou na segunda etapa em uma condição pouco agradável. Herdou a vaga de Saulo, que ficou menos de cinco minutos em campo, e saiu machucado. Estava predestinado. Foi dos pés dele que, nos acréscimos, o Uberlândia conseguiu, aos 45 do segundo tempo, empatar em 2 a 2 com o Cruzeiro, na noite desta segunda-feira, no Parque do Sabiá, no Triângulo Mineiro, pelo complemento da nona rodada do Campeonato Mineiro. Passe de Schumacher, autor do primeiro gol do jogo, logo aos oito minutos de jogo. O Cruzeiro chegou a virar com Sóbis, de pênalti, e Ábila. Mas Caio Dantas empatou nos acréscimos.

O resultado impossibilita o time celeste a alcançar a liderança da competição. Pode até empatar em número de pontos com o Atlético-MG, mas pode chegar a oito vitória, e o Galo tem nove. O Uberlândia soma um ponto precioso na tentativa de ficar entre os quatro primeiros do Mineiro. O Cruzeiro entra em campo na próxima rodada para fazer o clássico com o Atlético-MG, no Mineirão. A partida é no sábado, às 16h. O Uberlândia vai até Patos de Minas enfrentar a URT em duelo direto na briga pelo G-4 do Mineiro. A partida será no Zama Maciel, às 16h, no domingo.

– Confira a classificação do Campeonato Mineiro- Veja como foi a partida em tempo real

O jogoO
Cruzeiro começou pressionando o Uberlândia no Parque do Sabiá, mas foi o time
da casa que abriu o placar. Cobrança de falta na área e Rogério escorou de
cabeça para trás. A bola bateu na trave e sobrou para Schumacher, livre, fazer
o primeiro dele com a camisa do Uberlândia. O mandante recuou e, com os
desfalques de Henrique e Robinho, contundidos, e com os dois laterais, Ezequiel
e Diogo Barbosa, poupados, a falta de entrosamento apareceu. Jogando juntos
pela primeira vez, Thiago Neves, Rafael Sóbis e Ábila tinham dificuldade de
passar pela marcação do Uberlândia que também não conseguia encaixar um
contra-ataque. O que não faltaram foram reclamações da atuação de Ricardo Marques Ribeiro. As
marcações do árbitro eram muito questionadas tanto do lado do Cruzeiro, quanto
do Uberlândia. Mas o time da casa saído ainda mais insatisfeito com o último
lance da primeira etapa. Rogério e Ábila se enroscaram na área, o argentino caiu
e o árbitro marcou pênalti. Sóbis bateu e empatou para o Cruzeiro na primeira
etapa.

O segundo tempo começou movimentado. O ataque do Cruzeiro
se movimentava mais, Thiago Neves apareceu para o jogo e sufocava a defesa
Uberlândia. Em menos de dez minutos, Ábila mandou uma bola na trave e Diogo
Peixoto, do Uberlândia, perdeu uma grande oportunidade e veio a virada celeste.
Após cobrança do escanteio, Ariel Cabral mandou na área. Ábila entrou livre por
trás da zaga do Uberlândia e fez o gol da virada. Mas o Uberlândia não desistiu. O dono da casa insistia. Até que aos 45 o gol saiu. Caio Dantas, que tinha entrado no lugar de Saulo, que estreava no Verdão, e substituído depois de se machucar com menos de cinco minutos em campo, deu um lindo chute após bola escorada por Schumacher e deixar tudo igual no Parque do Sabiá.