TSE revoga decisão do TRE e mantém Medeiros no cargo
Supermoveis



TSE revoga decisão do TRE e mantém Medeiros no cargo

Fonte: Da Redação NMT
SHARE
Foto - Assessoria/Senado Federal

O senador José Medeiros (Pode/MT) recorreu da decisão do Tribunal Regional Eleitoral – TRE/MT e conseguiu, neste início de semana, uma liminar de efeito suspensivo no Tribunal Superior Eleitoral – TSE, garantindo sua permanência no mandato enquanto o mérito da questão passa a ser analisado em Brasília. O processo sobre uma possível irregularidade na ata que registrou a chapa vitoriosa que levou Pedro Taques (PSDB) ao Senado Federal, em 2010, foi aberto em primeira instância por provocação do derrotado no pleito, Carlos Abicalil (PT), contra todos os vencedores, ou seja, titular, primeiro e segundo suplente.

De uma maneira complexa, o processo recebeu reviravoltas e Medeiros, apesar de não ter sequer assinado o documento, foi responsabilizado de maneira única pelo TRE de Mato Grosso, recentemente. Na prática, o Tribunal vitimizou o segundo suplente, Paulo Fiuza, e até mesmo o titular, Pedro Taques, de uma pseudo-falsificação na ata que teria levado Medeiros da segunda para a primeira suplência de maneira irregular. O atual parlamentar, porém, nega as acusações e argumenta que entrou no lugar de Zeca Viana (PDT), que era o primeiro suplente e decidiu abandonar a chapa de última hora para ser candidato a deputado estadual.

Segundo Medeiros, para Fiúza ser deslocado à primeira suplência era necessário antes disso sua renúncia ao cargo de candidato a segundo suplente, naquele momento já homologado. Fiúza chegou a receber a diplomação do TRE como senador, após entendimento do plenário que deveria ser ele e não o autor do processo, Abicalil, a ocupar a cadeira. O segundo suplente, porém, não chegou a receber a posse no Senado Federal. Quanto ao futuro, Medeiros deve confirmar nas próximas horas a efetivação da sua candidatura a deputado federal. Ele surge como o maior favorito para ocupar uma das oito vagas disponíveis ao estado na Câmara Federal pela região sul de Mato Grosso.