TRE/MT aponta descontrole de gastos e quer reprovação de contas de Emanuelzinho
Adventista

Fullbanner1


TRE/MT aponta descontrole de gastos e quer reprovação de contas de Emanuelzinho

Fonte: Da Redação NMT
SHARE
Prefeito Emanuel e o filho eleito. Foto - C.O.P Reprodução

O deputado federal eleito por Mato Grosso no pleito de 2018, Emanuel Pinheiro da Silva Primo, o Emanuelzinho (PTB). filho do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), foi citado de maneira negativa no controle interno do Tribunal Regional Eleitoral – TRE, quanto suas contas de campanha, por um descontrole e investimento desproporcional no gasto com combustíveis, além de outras divergências em notas fiscais. Só no dia 29 de setembro, por exemplo, no fim de semana anterior ao da votação, foram gastos 1.369 litros pelo então candidato, o que totalizou R$ 5 mil de gastos em 24 horas. Na declaração, porém, os contadores de Emanuelzinho não apontaram que veículos estariam envolvidos. O petebista justificou as inconformidades pela dinâmica da campanha, que inviabiliza a conferência da regularidade dos prestadores de serviço. O relatório com o parecer pela reprovação das contas chegará agora às mãos dos juízes do TRE para análise. O filho de Emanuel Pinheiro declarou uma despesa de mais de R$ 1,8 milhão para conseguir 76.781 votos e ser o terceiro mais votado no estado para a Câmara Federal.