Travestis são detidas após agredirem motorista de ônibus
Adventista

Fullbanner1


Travestis são detidas após agredirem motorista de ônibus

Fonte: Da redação com G1
SHARE
Motorista de 47 anos teve o supercílio cortado após a agressão (Foto: TVCA/Reprodução)

Duas travestis foram detidas em Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, depois de agredirem um motorista de ônibus, na quarta-feira (5). Por causa da confusão, o trabalhador de 47 anos teve o supercílio cortado e foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para realização de exame de corpo de delito.

O desentendimento ocorreu dentro de um dos ônibus intermunicipais que fazem o trajeto entre Cuiabá e Várzea Grande.

Um vídeo gravado por um dos passageiros mostra parte da confusão. (Veja abaixo).

De acordo com o gerente operacional da empresa, que não quis se identificar, as travestis queriam recarregar o cartão de transporte com R$ 100.

Com a falta de promotores de venda, as passageiras quiseram descer do veículo sem pagar a passagem. Na ocasião, o motorista terminava de fazer o embarque de outros passageiros, quando uma das travestis tentou descer pela porta da frente.

O motorista, então, fechou a porta e a passageira ficou presa. Em seguida, ele abriu a porta novamente e as agressões começaram.

Além das agressões, elas tomaram a chave do veículo e não deixaram o motorista continuar a viagem.

Três pessoas que estavam no ônibus foram levadas para a Central de Flagrantes como testemunhas. Segundo a polícia, elas confirmaram a versão do motorista.

Uma das travestis é venezuelana e tem 16 anos. Ela foi levada para a Central de Flagrantes e foi liberada. A outra tem 20 anos e ficou presa.