Thiago Silva busca viabilidade para criação de Central de Abastecimento de Alimentos
Fullbanner1



Thiago Silva busca viabilidade para criação de Central de Abastecimento de Alimentos

Fonte: Da redação
SHARE

O Vereador Thiago Silva (MDB), apresentou uma indicação a Secretaria Municipal de Agricultura para criação de uma Ceasa (Central de Abastecimento de Alimentos) em Rondonópolis.

Para o parlamentar a implantação da Ceasa no município atende a expectativa dos produtores de Rondonópolis e toda região sudeste, que necessitam de local apropriado para o armazenamento e distribuição dos produtos hortifrutigranjeiros.“O objetivo é organizar o processo de comercialização, abastecimento e distribuição de produtos hortifrutigranjeiros e oferecer aos produtores rurais, comerciantes e compradores, a infraestrutura necessária para realização de negócios”, explica.

Segundo o legislador a Central também é uma forma de valorizar produção do homem do campo. “Através da Ceasa o produtor consegue vender seus produtos direto para os compradores. Aquelas pessoas conhecidas como atravessadores são eliminadas. Com isso quem produz consegue vender num preço melhor e o alimento chega mais em conta na mesa do consumidor. A questão também vai impactar na geração de empregos. Com mais dinheiro o produtor terá condições de contratar mão de obra para a colheita e transporte. Na Central também terá muitas vagas abertas”, conta.

O vereador encaminhou a indicação ao prefeito José Carlos do Pátio (SD) e ao deputado federal Carlos Bezerra (MDB), solicitando a viabilização de recursos da União para a construção da unidade. “Como presidente da Comissão de Finanças e Orçamento me prontifiquei a dar total apoio para que esta Central de Distribuição seja implantada no município. A Ceasa beneficiará produtores rurais de Rondonópolis e outros 15 municípios. Criando mecanismos para comercialização, tanto no setor de hortifrutigranjeiros como na piscicultura, o capital de giro de Rondonópolis e municípios da região aumentará sem dúvida. Esse dinheiro é aquele que circula no comércio, ou seja, é mais renda para todos e emprego também”, frisa.

Thiago Silva ainda lembrou que ideia é comercializar na Ceasa quase 100% dos produtos da região. “Só serão trazidos de outros estados, alimentos sem condições de produção em Rondonópolis e municípios vizinhos”.