Taques com quase 60% da receita comprometida para pagar folha
Supermoveis



Taques com quase 60% da receita comprometida para pagar folha

Fonte: Da Redação
SHARE

O Poder Público no Brasil, sobretudo quando se fala em estados e municípios, está virando um mero pagador de servidores. O próprio governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), que assumiu a cadeira cortando gastos e com o discurso da austeridade, acaba se ser alertado pelo Tribunal de Contas – TCE/MT por extrapolar o limite recomendado pela Lei de Responsabilidade Fiscal com o pagamento de pessoal. A lei diz que o ideal é no máximo comprometer 57% da receita corrente líquida e no segundo semestre de 2017 o gestor mato-grossense já atingiu a porcentagem de 58,91%. A análise dos números é feita, porém, em cima de números passados pelo próprio Governo do Estado, o que faz a corte de contas tratar a questão apenas como presumida. No entanto, os próprios números referentes a previdência, vindos à tona agora com a possibilidade da reforma, deixam claro que algo está muito errado quando se analisa a fatia de orçamento público que abocanham os servidores públicos aposentados em comparação proporcional com a grande maioria ligada a iniciativa privada. A corrupção é um grande problema no Brasil, mas não é o único…

Montreal