Taques abandona fala política e faz análise técnica/jurídica sobre vídeos de possível...
Fullbanner1

Fullbanner2


Taques abandona fala política e faz análise técnica/jurídica sobre vídeos de possível “mensalinho”

Fonte: Da Redação
SHARE
Foto - Marcus Mesquita/MidiaNews

Adepto de um discurso forte contra a corrupção, o governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), preferiu relembrar seu tempos de membro do Judiciário e fazer uma fala bem ponderada, pautada na análise técnica, sobre os vídeos de ex-deputados estaduais recebendo, possivelmente, propina da gestão estadual que lhe antecedeu e que era representada por forças políticas opositoras a si. O tucano sinalizou que, de acordo com os trâmites vigentes, ainda não é hora de “condenar” ninguém. “Mesmo o deputado que aparece no vídeo tem direito ao contraditório e à ampla defesa. Tem que ser investigado, processado. Eu não posso condenar ninguém, eu não sou juiz. Eu não posso condenar ninguém sem o devido processo legal. No Brasil não é possível você já aplicar a pena mesmo com esse vídeo, tem que ouvir, tem que ter denúncia, tem que ter processo. Por isso que nós vivemos em uma democracia”

Montreal