Taborelli perde recurso para voltar a portar arma de fogo
Supermoveis



Taborelli perde recurso para voltar a portar arma de fogo

Fonte: Da Redação - Com informações Cenário MT
SHARE
Foto: Reprodução.

O ex-deputado estadual Pery Taborelli (PSC) encaminhou um pedido à Vara de Execução Penal de Cuiabá solicitando que lhe fosse revogada a proibição de portar armas de fogo, sob a alegação de que, por ter exercido atividade policial por tantos anos, juntou diversos desafetos e que a arma seria a maneira mais eficaz de se defender de possíveis atentados à sua vida.

Não obstante o pedido, o juiz responsável pelo cumprimento da pena, Jorge Luiz Tadeu Rodrigues, negou o pedido e manteve o embargo, afirmando que “a condição de não portar armas é aplicada a todos os reeducandos em cumprimento de pena, independente do regime em que se encontra”.

Taborelli, que é ex-oficial da Polícia Militar de Mato Grosso, foi condenado em 2017 a mais de dois anos de prisão em regime semiaberto em julgamento sobre abuso de autoridade cometido em 2011, quando ainda exercia suas funções como policial. Segundo a acusação, o ex-deputado ameaçou 3 adolescentes e outras pessoas durante festa em Rosário Oeste (128 Km de Cuiabá). Taborelli já esteve a frente da Policia Militar em Rondonópolis (218 km de Cuiabá).