Suspeito de esfaquear Bolsonaro fala em “divergência de ideias”
Adventista

Fullbanner1


Suspeito de esfaquear Bolsonaro fala em “divergência de ideias”

Fonte: Da Redação NMT
SHARE
Foto - Reprodução

O suspeito de esfaquear Jair Bolsonaro (PSL) – candidato a presidência pela chamada extrema direita – teria dito à Polícia Federal – PF, assim que chegou na sede da corporação que acompanhava o ato político na cidade de Juíz de Fora – MG, que sua motivação foi ideológica. Adélio Bispo de Oliveira, foi entregue à PF pela própria população, que se dividiu em capturá-lo, enquanto outros acudiam o candidato que foi levado até a Santa Casa de Misericórdia da cidade, nesta quinta-feira (6). Segundo o comandante do 2º Batalhão da PM de Juiz de Fora, tenente-coronel Marco Antônio Rodrigues de Oliveira, o suspeito “alegou que tentou ferir o candidato Jair Bolsonaro por ter divergências de ideias e pensamentos com ele”. Após passar por cirurgia, as últimas informações médicas do candidato é que ele está em um quadro instável e que a perfuração, embora não tenha sido superficial como inicialmente ventilada, não chegou atingir o fígado. O intestino, porém, foi afetado…