Silval diz que Lúdio e Faiad sabiam que dinheiro de doação era...


Silval diz que Lúdio e Faiad sabiam que dinheiro de doação era ilícito

0
Fonte: Da Redação
COMPARTILHE

Em depoimento, Silval Barbosa detalhou como foi realizado o desvio de R$600 mil dos cofres estaduais para campanha de 2012 dos candidatos a prefeito Lúdio Cabral e do vice Francisco Faiad na época em auxílio financeiro e combustível e ainda afirma que ambos tinham plena consciência da origem ilícita da doação.

As fontes dos dinheiros advinham da desapropriação no bairro Jardim Liberdade para a empresa Santorini Empreendimentos. “O combinado com a empresa Santorini era o retorno da propina no montante da metade dos R$ 31,7 milhões”, diz Silval.A outra fonte citada foi dos incentivos fiscais via Prodeic às empresas do grupo Tractor Parts.

Parte do dinheiro iria para pagamento de dívidas da campanha de 2010. O depoente alega que não participou dos fatos, mas elegeu secretários, em especial Nadaf, de receber as propinas.

Esclarecimentos

O ex-candidato a vice-prefeito Francisco Faiad diz que só vai se manifestar sobre o assunto quando ler o depoimento de Silval. As informações tornadas públicas estão na decisão de soltura de Silval, assinada pela juíza Selma Arruda e Faiad afirma que vai falar quando estiver com o documento assinado por Silval.

O ex-candidato Lúdio Cabral através de nota afirmou que todas as despesas com combustível realizadas na campanha à Prefeitura de Cuiabá, em 2012, foram declaradas à Justiça Eleitoral. Sobre dívidas remanescentes, explica que foram assumidas pelo PT com anuência dos credores.