SERVIR PARA SER SERVIDO
Fullbanner1

Fullbanner2


SERVIR PARA SER SERVIDO

Fonte:
SHARE

Diante uma análise feita neste final de ano e início, percebi uma situação que vem se agravando nos meios comerciais e de prestação de serviço em todo o país, é a antipatia e mau atendimento das pessoas em vários setores. Isso também devido a uma série de fatores importantíssimos que interferem nisso, dentre elas algumas as quais quero mencionar. Primeiro, a falta de qualificação, isso faz com que as empresas ingressem pessoas totalmente ineficientes e incapazes de exercer o papel a qual foram contratados. Formar as pessoas gera benefício não somente para a própria empresa mais faz com que o próprio colaborador tenha a oportunidade única de ter uma experiência eficaz para exercer sua profissão.

Além do que, isso traz confiança a empresa e um laço estreito entre o funcionário que trabalhará satisfeito devido a empresa colaborar com o projeto futuro dele.  Em segundo lugar o mau humor, ele que invade a vida das pessoas e faz com mude sua personalidade e até externando isso de forma verbal, hoje, infelizmente a grande maioria ainda não sabem separar o trabalho da vida pessoal, claro que em situações particulares, pedir para a pessoa ficar rindo e sorridente quando ela está com situações gravíssimas particulares, porem não deixar de manter a cordialidade mínima necessária para que o cliente volte a adquirir seus serviços. Em terceiro a demora, esse fator desestabiliza qualquer um, não suportamos ter que ficar em filas, horas em telefones, sentados a esperar para sermos atendido seja aonde for, a demora faz com que libere a raiva em nós e faz com que não voltemos ali, de forma nenhuma. O tempo escasso nos dias de hoje requer medidas da prestação de serviço ágil e eficiente, atendendo com qualidade. Quarto lugar o tratamento frio e apático, pessoas que nos tratam com indiferença e não compreendem a situação qual nos encontramos atualmente, quem presta serviço tem que analisar cada perfil, pois cada caso é um, com suas particularidades. Em quinto lugar o desrespeito, que gera muitas das vezes até em processos por danos morais ou antipatia pela empresa ou lugar prestador de serviço, queremos ser tratados com no mínimo respeito a qual todo e qualquer ser humano merece. Estes tópicos mencionados são os principais atores em um filme de pura tragédia de uma empresa, levando ela a falência sim, não por motivos financeiros mas por falta de qualificação, treinamento, formação e incentivo, tudo isso são fatores cruciais para fazer uma empresa  venha ser destaque em vendas e retorno financeiro consequentemente. A arte de servir não é simplesmente fazer com que o cliente leve por levar um produto e sim que ele ao olhar, degustar ou pegar no produto venha junto a lembrança de um bom atendimento e o principal a vontade de voltar nem que seja para tomar um café com o vendedor. Este artigo dedico aos meus grandes amigos formadores de opinião e grandes administradores Eleri Hamer e Joarez Orsolin

 

José Olavo Pio: É engenheiro civil, Professor Universitário e empresário em Rondonópolis.

 

Montreal