Servidores do Detran desrespeitam Políciais Militares e acabam detidos em Manifesto
Fullbanner1



Servidores do Detran desrespeitam Políciais Militares e acabam detidos em Manifesto

Fonte: Da Redação - Bruno Pinheiro
SHARE

Em vídeo que circula nas redes sociais é possível ver um policial militar orientando os manifestantes na manhã desta terça-feira (31), em frente ao Palácio Paiaguás.

“Vocês podem manifestar, mas não podem impedir o trânsito na via. Se vocês impedirem a passagem de veículos, nós vamos utilizar os meios necessários para desobstruir a via”, disse o PM.

O policial segue o aviso dizendo “que quem tentar impedir a ação policial será preso”.

VÍDEO: O LIVRE

Porém segundo informações, os manifestantes não seguiram o acordo com os Policiais Militares, e acabaram paralisando o trânsito na frente do Palácio Paiaguás

O policial fez o aviso pela segunda vez.

“quem tentar impedir a ação policial será preso”.

No vídeo é possível ver uma mulher sendo detida pelos Policiais e um homem levando uma chave de braço do Policial Militar. Ao todo três pessoas acabaram sendo detidas e conduzidas para o Cisc Planalto.

Ainda no vídeo muita agitação e ficando notório o desrespeito com os militares que exercem suas atividades de acordo com ordens recebidas.

Muito está sendo questionado nas redes sociais, sobre o abuso de autoridades e agressões aos manifestantes servidores do Detran. Porém os Policiais Militares também são servidores públicos, e estão ali para cumprir os seus deveres, manter uma harmonia e claro defender a população. E estão treinados para revidar qualquer ação criminosa, vândalos ou qualquer tipo de desacatos e transtornos para comunidade.

Ao todo eram cerca de 50 servidores que manifestavam, todos eles estavam em horários de serviços, pois os mesmos são responsáveis como os militares de cumprir o seu papel e desenvolver suas atividades. Tendo sim o direito de manifestar, cobrar e buscar melhores condições de trabalho, porém sabendo limitar as ações e conhecendo bem o espaço de cada um na sociedade.

Os servidores estão em greve desde o dia 11/09. A pauta principal dos grevistas é um reajuste na tabela salarial da categoria que, de acordo com o sindicato, estaria defasada há seis anos. Uma reunião entre a categoria e o Executivo foi realizada, mas não houve acordo.

O governador Pedro Taques (PSDB) já havia comentado que não iria negociar com os grevistas. “Na gestão passada, os servidores do Detran não tiveram os aumentos devidos. Aliás, é a quarta greve do Detran. Eles já ficaram 72 dias em greve na nossa gestão”, afirmou.

O Gabinete de Comunicação informou que vai se pronunciar sobre o caso por meio de nota.