Senador Randolfe visita Cuiabá e enaltece professor Taques
Fullbanner1

Fullbanner2


Senador Randolfe visita Cuiabá e enaltece professor Taques

Parlamentar do Amapá, argumenta que apesar da admiração com o tucano Taques, o seu partido, a REDE, é oposição tanto ao PT como ao PSDB

0
Fonte:
SHARE
Randolfe foi um dos articuladores da campanha a presidência do Senado de Taques, quando este era parlamentar. FOTO - Antônio Cruz ABR

“Sem dúvida, hoje em dia, a grande luta do brasileiro é pela ética. Então, penso como o [Pedro] Taques: temos que acabar com a impunidade”. A declaração é do senador amapaense Randolfe Rodrigues (Rede), durante sua passagem por Cuiabá, no fim de semana, para participar de evento do Diretório da Rede Sustentabilidade em Mato Grosso. Ele demonstra alto grau de admiração  pelo governador Pedro Taques (PSDB).

“Tenho uma relação de amizade e respeito com o governador Pedro Taques, de quem fui aluno em meu curso de pós graduação. E, depois, convivendo com ele, no Senado, aprendi que é uma da pessoas mais honestas que conheci. Homem público de qualidade”, afirmou o senador amapaense, que reiterou: “Infelizmente, a honestidade se tornou uma qualidade no homem, quando em verdade dever ser obrigação. Mas tem que ser destacada”, observou ele.

“Pedro Taques está tendo a oportunidade de mostrar ao como administrar com honestidade. Ele foi um senador atuante e combativo. Como senador,  mostrou a mesma contundência”, pontuou Randolfe Rodrigues, que, em 2003, foi um dos articuladores da candidatura de Taques para a presidência do Senado – apoiado pelo Palácio do Planalto, Renan Calheiros se elegeu presidente, com folgada maioria.

Impeachment de Dilma

Randolfe Rodrigues entende que o Congresso Nacional deve deixar que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgue o processo em que a presidente Dilma Rousseff (PT) é suspeita de caixa dois e de ter recebido dinheiro de presos na Operação Lava Jato. “Não farei parte deste jogo de chantagem do senhor [presidente da Câmara Federal e deputado] Eduardo Cunha. Vou aguarda a decisão do TSE”, avisou ele.

Da Redação com OD

Montreal