Sem estrutura, Rondonópolis não aguenta mais chuvas torrenciais
Fullbanner1

show


Sem estrutura, Rondonópolis não aguenta mais chuvas torrenciais

Fonte: Chico Oliveira
SHARE

Todo período de chuvas as cidades sofrem muito. Rondonópolis é um exemplo disso, já que há falta de planejamento e com o surgimento de diversos bairros, muitas vezes fruto de “grilos”, acaba prejudicando toda uma estrutura e infraestrutura da cidade.

Quando alguém incentiva a grilagem ou acampa em uma área pensando somente em si, muitas vezes não imagina o prejuízo que irá causar a toda uma cidade. Após essas invasões que obriga o poder público a “acolher” e fazer daquele lugar um bairro, chega junto uma fatura caríssima que é a infraestrutura.

Esse ano, em Rondonópolis, choveu muito acima da média, e temos visto ruas se perderem, casas ficando a beira do “abismo”. Isso não é uma particularidade da nossa cidade, mas de centenas de municípios brasileiros.

Enquanto esse período chuvoso não termina, o jeito é torcer para São Pedro maneirar. Também orar para que os funcionários da Coder continuem enfrentando as limitações e com coragem ir melhorando nossa malha asfáltica.

ALERTA LARANJA – A chuva nesta sexta-feira, em Rondonópolis, fica entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, com ventos intensos de 60-100 Km/h.  Há risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alerta a população neste período de chuvas intensas, para ficar dentro de casa. Caso estiver na rua, não se abrigar debaixo de árvores; não estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda; Se possível, desligar aparelhos elétricos e quadro geral de energia.

Qualquer informação será repassada pela Defesa Civil (telefone 199) e Corpo de Bombeiros (telefone 193).