Seduc recebe 31 pedidos de escolas interessadas em desenvolver projetos
Supermoveis


Adventista

Seduc recebe 31 pedidos de escolas interessadas em desenvolver projetos

Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Assessoria
SHARE

Criado para estimular os estudantes a produzirem conteúdo por meio de recursos tecnológicos, o programa Educomunicação funciona em 131 escolas da rede estadual de Mato Grosso. Neste ano, o Núcleo de Projetos Educacionais da Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) recebeu 31 pedidos de unidades interessadas em dar início à iniciativa.

“As solicitações estão sendo analisadas conforme o Orientativo Pedagógico 2017 e, estando dentro das exigências, as escolas aguardarão a liberação da carga horária para atribuição do ‘professor-educomunicador’”, explicou o coordenador do programa, Mizael Miranda.

Nas unidades de ensino onde são realizadas as atividades, os estudantes, com o auxílio dos professores, produzem conteúdo por meio de jornais e programas de rádio. Utilizam também as redes sociais e endereços virtuais (sites) para divulgação de todos os assuntos relacionados ao cotidiano escolar.

A Escola Estadual Francisco Ferreira Mendes, em Cuiabá, trabalha com diferentes modalidades “educomunicativas”, como a Rádio Escolar e a TV Educativa. No ano de 2016, os alunos ainda colocaram no ar um programa de variedades, intitulado FMNET, para exibição no youtube.

Em Nova Xavantina, estudantes da Escola Estadual Juscelino Kubitschek reativaram o site da unidade, assim como os alunos da Escola Estadual Rosmay Kara José, situada em Novo Horizonte do Norte, que abastecem o endereço virtual da escola com informações.

Já na Escola Estadual Dr. Artur Antunes, em Juína, os estudantes aprimoraram a comunicação escolar por meio de um jornal impresso.

O Educomunicação, destaca Mizael, oferta aos alunos um maior protagonismo e reforça a relação de cada um com a escola, além de estimular a inventividade e de trazer benefícios para oralidade e a escrita. A iniciativa está presente em 56 municípios e contempla 90 mil alunos.

Montreal