Secretário apresenta o Pró-Escolas à comunidade maçônica
Supermoveis


Macropel

Secretário apresenta o Pró-Escolas à comunidade maçônica

Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Assessoria
SHARE

O secretário de Estado de Educação, Esporte e Lazer, Marco Marrafon, atendendo a um convite da Loja Maçônica Acácia do Ocidente nº 7, em Cuiabá, compareceu ao local na noite desta segunda-feira (17.04) para um diálogo junto à comunidade sobre os desafios para se elevar os índices da Educação de Mato Grosso.

Na ocasião, Marrafon aproveitou para apresentar o Pró-Escolas, o maior programa de investimentos da história do Estado. Tendo como foco o aprimoramento de uma formação mais humanística por parte de profissionais e estudantes, aliado à melhoria da aprendizagem e redução da evasão escolar, o Pró-Escolas, lançado oficialmente pelo Governo do Estado no dia 30 do mês passado, prevê o desenvolvimento de uma série de ações nas áreas de estrutura, ensino, inovação, e esporte e lazer.

“Para alcançar bons resultados, é necessário ter uma visão estratégica, um caminho para saber onde se quer chegar. O Pró-Escolas já está em funcionamento e as ações sendo colocadas em prática. Os desafios não podem ser maiores do que a nossa vontade e compromisso pela busca de melhorias”, pontuou o secretário.

Desde o início deste ano a Seduc entregou nove unidades de ensino, totalmente novas. Marrafon enumerou ao público presente – jovens, em grande parte – que a Secretaria, em dois anos, investirá R$ 360 milhões apenas em obras de infraestrutura de escolas. Serão erguidas 50 unidades de ensino, sendo 15 Centros Integrados Escola-Comunidade (CIECs, escolas do padrão mais elevado já projetadas pela Seduc), construídas 20 novas quadras poliesportivas e realizadas 70 reformas.

“O maior investimento de gestões passadas na revitalização e construção de escolas havia sido de R$ 72 milhões. Os problemas de infraestrutura de unidades de ensino são históricos, infelizmente. Nas andanças pelo Estado, pudemos verificar que há escolas que estão sem receber qualquer reforma ou pintura há 40 anos. Das 759 escolas da rede estadual, ao menos 400 precisam de algum tipo de revitalização”, observou Marrafon.

O secretário também explicou que, no período de um ano, a intenção é ampliar o número de escolas plenas (que funcionam em tempo integral) de 15 para 40, e que a Seduc também pretende levar o ensino digital (para reforço de Língua Portuguesa e Matemática) para 10% de escolas da rede estadual – o equivalente a 40 mil estudantes. Neste ano, três escolas foram contempladas com mais de mil tablets, por meio do projeto-piloto Conectar.

“Pretendemos também equipar todas as 256 escolas da zona rural com uma internet rápida e confiável”, afirmou Marrafon.

Esporte em favor da Educação

Como incentivo à formação de atletas por meio do estímulo aos estudos, o secretário destacou a criação da escola estadual Governador José Fragelli, totalmente vocacionada às práticas esportivas. Em funcionamento desde o último dia 10, a unidade de ensino, que faz parte do grupo das 15 escolas plenas, utiliza apenas 10 camarotes da Arena Pantanal como salas de aula e aproveita a estrutura multiuso do estádio e do complexo esportivo do entorno, formado também pelo Ginásio Aecim Tocantins, em benefício da metodologia de ensino.

Por lá os estudantes, pela manhã, possuem aulas regulares e, no período vespertino, praticam esportes. A intenção da Seduc é estender o modelo de ensino para outros municípios e criar também outras escolas vocacionadas, como por exemplo, para as artes e tecnologia.

O mestre conselheiro estadual da ordem Demolay, André Guizardi, considerou o programa interessante, na medida em que “se mostra exequível e dentro da realidade”.

“Foi muito bom o secretário de Educação ter aceito o convite e vindo até aqui para essa conversa conosco. Algumas ações já estão em funcionamento, o que é muito bom. Espero que as demais também possam se concretizar o quanto antes”, avaliou.

Montreal