Secretário anuncia início do recadastramento anual dos Taxistas e Moto taxistas
Supermoveis

Gov

Macropel

Secretário anuncia início do recadastramento anual dos Taxistas e Moto taxistas

Fonte:
SHARE

Ailton Lima

O Secretário Municipal de Transporte e Transito de Rondonópolis (MT), Rodrigo Metello, concedeu entrevista à imprensa nesta terça-feira (24) onde ele fala sobre o início do período de recadastramento anual dos profissionais do moto táxi e taxistas.

Em conversa exclusiva com a reportagem do NMT, Rodrigo repassou que na verdade, o recadastramento teve inicio nesta segunda-feira (23) e vai se estender impreterivelmente até do dia 15 de março.

Por se constituir de um período relativamente curto (cerca de 50 dias), e não dispor de material humano necessário, a secretaria disponibilizou aos trabalhadores desse setor de transportes local, uma espécie de roteiro; na verdade uma lista com toda a documentação necessária para os moto taxistas e taxistas efetuarem o seu recadastramento na SETRAT.

De acordo com o secretario, a documentação consiste basicamente na Certidão Negativa Criminal do Cartório Distribuidor (fórum); cópia do RG/CPF, CNH, comprovante de endereço e declaração que reside no município; Certificado de propriedade do veiculo (CRLV); e certificação de vistoria do Detran entre outros.

Conforme Rodrigo Metello, é muito importante que os 818 profissionais do moto táxi, e os 161 taxistas se organizem e façam o seu recadastramento, e não deixem para ultima hora, já que a secretaria não dispõe de um efetivo muito grande e o trabalho poderá ficar acumulado, provocando filas e desconforto.

Caso o profissional não se recadastre em tempo hábil e por qualquer razão, perca o prazo, ele ficará sujeito a multas de 50 UFRs (Unidade Fiscal do Município de Rondonópolis), que hoje (24) está estimada em R$ 3,0613, o que atualmente daria algo em torno de R$ 153,06.

O objetivo desse recadastramento anual conforme o secretário, é ordenar a atividade profissional na cidade, e retirar de circulação os trabalhadores clandestinos, irregulares/ilegais, deixando apenas os que estiverem em situação regular.