Sarita Baracat, primeira prefeita de Várzea Grande, morre aos 86 anos
Supermoveis

Fullbanner2


Sarita Baracat, primeira prefeita de Várzea Grande, morre aos 86 anos

Fonte: G1
SHARE
Sarita Baracat morreu aos 86 anos em Várzea Grande (MT). Foto: Youtube/Reprodução.

A ex-prefeita de Várzea Grande, Sarita Baracat de Arruda, de 86 anos, morreu na noite dessa segunda-feira (9) na região metropolitana de Cuiabá. Sarita foi a primeira prefeita de Várzea Grande e morre vítima de uma parada cardíaca. O velório está previsto para começar a partir das 8h desta terça-feira (10) na Conferência Nossa Senhora do Carmo, no Centro de Várzea Grande.

Em nota, a prefeita do município, Lucimar Sacre de Campos (DEM), lamentou o falecimento de Sarita Baracat. “Foi uma visionária para seu tempo, quando 50 anos atrás implementou mudanças importantes para a consolidação da cidade. Aos amigos e parentes o sentimento de tristeza, mas a certeza de que a mesma está perto de Deus”, declarou Lucimar.

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB) também lamentou o falecimento da ex-prefeita. “A ex-deputada deixa um legado e uma história que orgulha nosso estado, sendo a primeira mulher a comandar o executivo municipal da nossa Cidade Industrial”, disse Emanuel.

Sarita faz parte de uma das famílias mais tradicionais de Várzea Grande. Ela era advogada, professora e contadora. Ela foi a primeira prefeita de Várzea Grande (1967-1970), secretária de Estado de Educação e secretária da Auditoria Geral do Estado (atual Controladoria Geral), deputada estadual e primeira mulher a fazer parte da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

Sarita também foi presidente do PMDB de Mato Grosso e fundadora do Clube Esportivo Operário Várzea-grandense. Ela é mãe do ex-secretário de Cidades de Mato Grosso, Ernandy Maurício Baracat de Arruda, mais conhecido como Nico Baracat, de 51 anos. Ele morreu em um acidente na BR-163, em 2012.

Sarita era filha de pais sírios, nascida em Várzea Grande no dia 29 de dezembro de 1930. Seu pai, Miguel Baracat, nasceu em Damasco, capital da Síria, mas aos quatro anos de idade perdeu os pais e teve que vir com uma irmã para a América do Sul. Sua mãe, Warda Zain Baracat, também era da Síria.

Montreal