Santa Casa paralisa atendimento e população vive um “pesadelo” na Saúde Pública
Supermoveis


Adventista

Santa Casa paralisa atendimento e população vive um “pesadelo” na Saúde Pública

Fonte: Bruno Pinheiro
SHARE
Santa Casa de Rondonópolis Foto: Felipe Arcanjo

A população de Rondonópolis já está “acostumando” em ficar sem o atendimento da Santa Casa de Rondonópolis, em sendo verdade mais uma vez parcialmente paralisados. Os médicos afirmam atraso nos repasses feitos pelo município e pelo governo estadual. Na tarde desta quinta-feira(26), os profissionais afirmaram que estão há quatro meses sem receber os salários e, por isso, as cirurgias agendadas foram suspensas na unidade de atendimento.

Só em 2017 já somam três vezes que a Santa Casa de Rondonópolis paralisa os serviços prestados aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) por atraso nos repasses. Em um momento de crise na saúde do município, a população agora fica sem o atendido desta unidade.

A unidade, recebe pacientes da região sul do estado e é referência em maternidade e cardiologia para 19 municípios da região.

Nos mês de julho o NMT informou aos nossos internautas a inauguração do novo andar de obstetrícia, partos e maternidades, porém o que era o sonho dos profissionais da saúde e da população, está acabando em pesadelo.

Dr Luciano Oliveira
Foto: Felipe Arcanjo

O Dr Luciano Oliveira ainda faz uma pergunta “será que o Governador, Secretário de saúde, ou qualquer outra autoridade política, trabalharia quatro meses sem receber salário”?

Dr: Kemper Carlos diretor do hospital.

“De julho a setembro, a dívida que o governo e o município possui com a Santa Casa somam ao todo mais de Cinco Milhões de Reais” Disse o  Dr: Kemper Carlos  diretor do hospital.

Em nota Secretaria de Saúde de Rondonópolis se pronunciou e disse que encaminhou recursos federais e estaduais que recebeu para a Santa Casa. Já a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) afirma que tem feito os repasses para os filantrópicos, mesmo com dificuldades financeiras.

Montreal