Sandra Raquel busca apoio da AMM para ampliar ações em defesa das...
Supermoveis



Sandra Raquel busca apoio da AMM para ampliar ações em defesa das mulheres pelo estado

Fonte: Assessoria.
SHARE
Foto: Assessoria.

Em busca de parcerias para espalhar o seu trabalho em defesa das mulheres por Mato Grosso, a candidata à deputada estadual Sandra Raquel Mendes (Podemos) se reuniu nesta quinta-feira (20) com o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga.

Durante a reunião, Sandra apresentou o seu histórico de trabalho pelos direitos das mulheres e da família. Vítima de violência doméstica, a candidata foi presidente do Conselho Municipal da Mulher de Rondonópolis por nove anos e é fundadora da Associação de Mulheres de Rondonópolis e região Sul de Mato Grosso (2013), desempenhando um importante papel no acolhimento e defesa das mulheres vítimas de violência doméstica. “A nossa associação não tem fins lucrativos e não recebe apoio do governo. Contudo, oferecemos atendimento psicológico, jurídico, cursos profissionalizantes, orientação via telefone e presencial, além de realizar palestras informativas em várias cidades. Em 2018, já alcançamos 2.335 mulheres mato-grossenses com as nossas ações”, afirmou.

Em reconhecimento pela sua dedicação, ela foi indicada pelo Senado Federal ao prêmio Bertha Lutz.

A postulante também contou sobre a sua luta em prol da criação e fortalecimento dos conselhos municipais de Direitos da Mulher e dos conselhos comunitários de segurança e pela adesão do estado ao Pacto Nacional de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher. “Mato Grosso foi considerado o 2º pior estado do país para as mulheres, sendo também um dos mais violentos e dos que mais matam. É muito importante que o trabalho que desenvolvemos seja estendido para todos os municípios do estado”, frisou.

Sandra Raquel revelou que conta com o apoio e a capilaridade da AMM para alcançar os municípios, sensibilizar prefeitos e gestores municipais sobre a importância do trabalho. Ela ressaltou que a parceria independe do resultado das eleições.

O presidente da AMM colocou a entidade à disposição para trabalhar em conjunto com a Associação de Mulheres e ampliar a rede de atendimento e enfrentamento à violência pelo estado. “Estou impressionado com o trabalho que a Sandra está desenvolvendo na Região Sul, voluntariamente. A AMM, juntamente com a Associação para Desenvolvimento Social do Município de Mato Grosso (APDM) e o Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência Social, pode ser parceira nessa iniciativa e colaborar com o trabalho de proteção e amparo a essas mulheres em situação de vulnerabilidade”, disse o municipalista.