Roubos diminuem 42% em Várzea Grande e 36% em Cuiabá
Supermoveis



Roubos diminuem 42% em Várzea Grande e 36% em Cuiabá

Fonte: Da redação
SHARE

Nos primeiros quatro meses de 2018 o crime de roubo diminuiu 42% em Várzea Grande e 36% em Cuiabá, comparado com o mesmo período de 2017. De janeiro a abril deste ano, o município de Várzea Grande registrou 844 roubos – geral. No mesmo período de 2017 foram 1.456 casos. Já em Cuiabá, no primeiro quadrimestre de 2018, foram 1.713 e no ano passado 2.662 ocorrências. Os dados são da Coordenaria de Estatística e Análise Criminal da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp).

Outras reduções foram constatadas em Várzea Grande nos crimes de roubo à pessoa (-30%), roubo a veículos (-31%), roubo a comércio (-14%) e roubo à residência (-9%).

O secretário de Estado de Segurança Pública, Gustavo Garcia, se reuniu com os representantes das forças de segurança de Cuiabá e Várzea Grande para apresentar os dados e traçar novas ações para aperfeiçoar ainda mais o enfrentamento.

Gustavo Garcia citou a importância de conhecer, por meio da análise criminal, os pontos onde ocorrem mais práticas criminosas e desenvolver ações de segurança pública, a exemplo, de realizar operações integradas.

O setor de inteligência da Sesp diagnosticou ainda o horário em que mais acontecem as ações criminosas, o que possibilita atividades direcionados e preventivas. Segundo levantamento da Secretaria, os maiores índices são registrados a partir das 18 horas, o que representa 39% do total de roubos.

“Os números alcançados pelo sistema de segurança pública estão bons, mas precisamos avançar ainda mais. Na região metropolitana foram deflagradas várias operações integradas como Regressus, Panóptico 2, Ordem Pública, da Polícia Militar, Vindicta, da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) e a Bairro Seguro visando a repressão à criminalidade. Todos os casos de repercussão do Estado foram resolvidos e verificamos que nossa política de segurança pública é focada na resolução do problema”, destacou.

O comandante regional de Várzea Grande, coronel PM Alessandro Ferreira, disse que dicas de prevenção são repassadas para aos cidadãos. “No nosso município percebemos que no horário em que as pessoas estão voltando do trabalho elas estão mais vulneráveis, pois em muitos casos, estão distraídas com o celular, o que torna um alvo mais fácil”, ressaltou.