Rondonópolis vira parada obrigatória para candidatos ao senado
Adventista



Rondonópolis vira parada obrigatória para candidatos ao senado

Fonte: Da Redação
SHARE
Foto: Internet

A cidade de Rondonópolis virou parada obrigatória da maioria dos candidatos às cadeiras no Senado Federal. Tanto é verdade que muitos postulantes realizaram eventos de campanha durante a semana na cidade.

O candidato Jayme Campos (DEM) veio a Rondonópolis na quarta-feira com o intuito de cumprir uma agenda política. O alvo era fechar com vereadores para reforçar a campanha na cidade, e com isso tem o apoio de 18 dos 21 parlamentares do município.  De acordo com a assessoria do candidato somente não terá o apoio declarado dos vereadores do PSDB, que estão no projeto do deputado Nilson Leitão.

A juíza Selma Arruda (PSL) também esteve na cidade na quarta-feira, participando da inauguração do comitê de apoio ao candidato a presidente do PSL, o deputado federal Jair Bolsonaro.  Selma ainda fez uma rápida conversa com apoiadores dos candidatos nas proporcionais da sigla.

Nilson Leitão, no entanto, participou de um evento de campanha na quinta-feira dos candidatos Rodrigo da Zaeli, que disputa uma cadeira na AL e Marildes Ferreira, que é candidata a deputada federal pelo PSB de Rondonópolis.

A candidata do PC do B, Maria Lúcia Cavalli, esteve também na cidade na quinta-feira, quando comandou uma reunião com grupos ligados aos PC do B e também aos sindicatos da cidade.

O ex-prefeito e deputado federal Adilton Sachetti, que tem base em Rondonópolis, esteve no município na semana passada,  quando visitou a feira da Vila Operária e fez uma reunião com grupo de apoiadores.