Rondonópolis perde um menino de ouro na Prefeitura e Percival fica sem...
Adventista

Fullbanner1


Rondonópolis perde um menino de ouro na Prefeitura e Percival fica sem seu pupilo

Eduardo Duarte já anunciou aos amigos, embora ainda não oficialmente, sua saída da vida política. Uma pena...

Fonte:
SHARE
Arquivo Pessoal - Facebook

Imagine um jovem rapaz que se forma em direito e com muito custo e briga consegue seu registro na Ordem dos Advogados do Brasil – OAB/MT. Imagine que este menino tenha nascido não em berço de ouro, mas tenha perdido muito tampão do dedo jogando bola descalço na Rua Rosa Bororo. Agora, imagine que após ocupar um cargo inexpressivo no Procon, o garoto é “adotado” pelo prefeito da cidade como seu homem de confiança, sem aviso prévio, se tornando de uma hora para outra um dos agentes públicos mais importantes da maior cidade da região sul de Mato Grosso e consecutivamente no estado. Obviamente, que com a escassez da experiência, este jovem teria que ter muita cabeça boa para não ficar envaidecido, prepotente, perseguir pessoas, maltratar lideranças comunitárias e vereadores, além de não pisar um momento sequer fora da linha. Pois o pinga fogo quer deixar de lado suas tradicionais análises ácidas e críticas contundentes para EM NOME DE RONDONÓPOLIS dizer: Obrigado Eduardo Duarte, que nos próximos dias deve deixar o super cargo que ocupa no Município.
Ele que foi para Percival Muniz o seu braço direito, aquele que não tinha horário para trabalhar em prol do bem de um mandato, daquelas espécies de secretários raros, que não se fazem mais. Eduardo era para Percival, assim como Pagot foi a Blairo, Éder Moraes a Silval Barbosa, Sérgio Motta a Fernando Henrique Cardoso, José Dirceu a Lula e tantos outros exemplos incríveis que temos de ressaltar na história de pessoas totalmente comprometidas e fieis a uma causa social que acabou virando mandato político. Eduardo certamente deixará saudades, a população rondonolitana está de luto porque não verá mais seu guerreiro andando pelos corredores do Executivo Municipal. No peito de Percival, ainda sem a oficialização da saída do seu atual secretário de Governo, já mora uma saudade sem igual daquele que não tinha objeção qualquer para atender telefone, não tinha missão que argumentasse ser difícil e jamais deixou sequer um dia de elogiar o belo desenho de sua barba.
Mas, no final das contas, todos nós entendemos que a vida é um ciclo em pleno desenvolvimento e por mais que grandes homens passem as instituições têm que continuar. O futebol um dia teve de aprender a viver sem Pelé, a música um dia perdeu Michael Jackson, os homens de bem choraram a morte de Nelson Mandela e tiveram de sequir lutando. Rondonópolis terá de reunir forças para aprender a viver sem Eduardo Duarte. Este garoto que renunciou a riqueza e uma vasta cartela de clientes na Advocacia para entrar na labuta diária de encarar as dificuldades de um Município com caixa esvaziado e com cobranças populares e pressões políticas tão efervescentes. Certamente Eduardo, você é um orgulho para seu pai e sua mãe, e depois de ter passado com atuação administrativa de massa corrida, ou seja, aquele que foi deixando lisa e perfeita a superfície de pastas como a quase falida Coder, Assistência Social, Governo e tantas outras que receberam seu toque de Midas, como a própria Procuradoria Geral e tantas outras.
Sai da Prefeitura, mas entra na história. Um homem que dedicou seu suor durante três anos e sai sequer sem uma mancha. Nos bastidores da política rondonopolitana será sempre lembrado como o secretário Vanish, aquele que saiu limpo, sem nenhuma marca de sujeira. Que jovens que são o futuro de nossas cidades, estados e do Brasil se inspirem em sua história, Eduardo. Para tudo o que fez e por todo o carinho que sempre teve, só podemos lhe dizer: Vá em Paz eterno secretário, para sua nova etapa! Mas lá no fundo, como aquele homem que ama e vê sua amada partir, com o orgulho lhe travando de implorar que fique, a população certamente tem em seu íntimo uma chama ardendo e esperançosa no sentimento geral que em silêncio te pede: Fique Menino de Ouro, ou no mínimo, Volte Logo!