Rondonópolis imuniza estudantes contra HPV e meningite
Supermoveis

Fullbanner2


Rondonópolis imuniza estudantes contra HPV e meningite

Fonte: Assessoria
SHARE

Assesoria

Alunos da rede municipal de ensino estão recebendo gratuitamente a vacina contra o Papiloma Vírus humano (HPV) e também contra a meningite. Essa ação faz parte de uma campanha que visa imunizar adolescentes estudantes de escolas públicas de 9 a 14 anos.

Segundo dados do Ministério da Saúde, 52% dos municípios brasileiros estão com a cobertura vacinal de HPV muito baixa, por isso a ação conjunta com o Ministério da Educação está levando para dentro das unidades de ensino profissionais da saúde para fazer a imunização dos adolescentes.

Nesta quarta-feira (09) a campanha será realizada na Escola Municipal da Vila Paulista. Os alunos das escolas municipais Amélia O. Silva, da Escola Estadual Santo Antônio já receberam as doses das vacinas essa semana. A gerente do Programa Saúde na Escola, Karine Lima, ressaltou que os pais devem se conscientizar para a importância da vacinação e liberar o termo da vacinação para que seus filhos recebam a vacina.

“Esse ano é a primeira vez em que os meninos também são público alvo da campanha, visto que em países que imunizam também os meninos houve redução nos casos de câncer de colo do útero e vulva, além deles ficarem protegidos contra câncer de pênis, garganta, ânus e verrugas genitais”, comentou Karine Lima.

Em Rondonópolis, a campanha será realizada em cerca de 60 escolas localizadas em diversos bairros da cidade e também de algumas unidades da zona rural. As escolas privadas que se interessarem em realizar a campanha pode solicitar a visita da equipe técnica no departamento de Ações Programáticas da Secretaria Municipal de Saúde, pelo telefone 3410-0213.

Essa campanha faz parte do Programa Saúde na Escola, criado em 2007 pelo governo federal com o objetivo de promover qualidade de vida aos estudantes da rede pública de ensino por meio de ações de prevenção, promoção e atenção à saúde, e atualizar a situação vacinal dos estudantes é uma das metas obrigatórias do Programa.

Montreal