Rogério Ceni considera inadmissível perder Araújo e Neres no São Paulo
Supermoveis

Gov

Adventista

Rogério Ceni considera inadmissível perder Araújo e Neres no São Paulo

Fonte: Alexandre Lozetti e Marcelo Hazan
SHARE

Embora tenha demonstrado tranquilidade ao falar sobre a
possibilidade de perder Luiz Araújo, o técnico Rogério Ceni está muitíssimo
preocupado. A pessoas próximas, ele confidenciou serem inadmissíveis as perdas
do atacante e também de David Neres, jovens revelados no clube que despertam
interesse dos europeus no fim da janela de transferência.

Araújo tem proposta do Lille, que está disposto a pagar R$
22 milhões ao São Paulo, dono de 70% dos direitos econômicos. David Neres, que
atualmente disputa o Sul-Americano sub-20 com a seleção brasileira, tem sido
alvo de sondagens. Ceni disse a amigos que nem considera a hipótese de começar
a temporada sem os garotos.

Na direção do São Paulo há defensores da permanência de Neres e Araújo. A avaliação é de que eles só devem ser vendidos em caso de propostas irrecusáveis. Não é o caso, por exemplo, da oferta do Lille. Segundo o próprio Ceni, inclusive, o atleta tem potencial para valer o dobro.

A preocupação se justifica por suas ideias de jogo. Rogério
deverá usar, na grande maioria do tempo, dois jogadores de velocidade em seu
time. Hoje, ele tem Luiz Araújo e David Neres, além dos reforços Wellington Nem
e Neilton. Como se trata de uma função que exige muito da parte física, as
trocas entre esses quatro deverão ser frequentes.

> Ceni diz perder 1,5kg a cada treino e recorre a pastilhas: “A voz vai pro saco”> Bolada em Ceni e petelecos no inglês: veja como foi o treino do São Paulo

O treinador está ciente das dificuldades financeiras do São
Paulo, mas argumenta com a direção que ambos têm custo mensal baixo, enquanto
peças de reposição que teriam de ser contratadas certamente teriam salários bem
mais altos.

Para Rogério, perder Araújo ou Neres diminuiria consideravelmente
as chances de o São Paulo conquistar o título paulista e ter boa sequência na
temporada.

Luiz Araújo tem 20 anos e David Neres 19. Os dois são vistos
pela comissão técnica como peças-chave do setor ofensivo tricolor, aquele que
mais causa preocupação. Para atuarem como centroavantes, Ceni tem o argentino
Chavez e Gilberto. Não são os jogadores dos sonhos, mas qualificar essa função
é difícil. Há poucas peças no mercado, e são caras.

A esperança para compensar a falta de um atleta
de peso com a camisa 9 é explorar a criação pelos lados. É nesse aspecto
que as possíveis saídas de Araújo e Neres deixam Ceni preocupadíssimo. Ambas as
situações vão se resolver nos próximos dias, já que a janela de transferências
para a Europa se encerrará no próximo dia 31, terça-feira da próxima semana.