RNI fecha 2017 com geração de caixa de R$ 179 milhões
Supermoveis



RNI fecha 2017 com geração de caixa de R$ 179 milhões

Fonte: Assessoria
SHARE

A RNI  encerrou 2017 com forte geração de caixa, totalizando R$ 179 milhões, o que representa 66% do valor de mercado da companhia. Os estoques caíram 24% na comparação anual considerando os lançamentos do mesmo período. Em dezembro de 2017, o valor de mercado dos estoques atingiu R$ 452 milhões, frente a R$ 598 milhões registrados em 2016. Os estoques representaram 18 meses de venda em dezembro de 2017, versus 27 meses no mesmo período de 2016.

O endividamento caiu para R$ 328 milhões no quarto trimestre, 48% menor que o saldo em 31 de dezembro de 2016. Foram amortizados R$ 272 milhões de dívida de produção e R$ 117 milhões de dívida corporativa.  Já o índice de dívida líquida sobre o patrimônio líquido é de 34,3%, uma queda de 18 pontos percentuais em relação a dezembro de 2016.

Durante o primeiro semestre do ano passado, a companhia direcionou seus esforços para a adequação da sua estrutura organizacional, voltando a operar a partir de São José do Rio Preto, com nova estrutura de aprovação de processos, desenvolvimento de produtos e planejamento de obras. Esse processo de reestruturação garantiu uma importante redução de custos estruturais, que passou de R$ 137 milhões, em 2016, para R$ 88 milhões, em 2017.

O esforço para o saneamento da carteira de clientes, iniciado em 2016, deu os primeiros resultados no ano passado, com uma redução de 54% no volume de distratos, impulsionando as vendas líquidas na comparação com o exercício anterior. Já as vendas líquidas totalizaram R$ 294 milhões em 2017, um aumento de 10% em relação ao ano anterior. As vendas sobre oferta (VSO) foram de 20% no quarto trimestre de 2017, o que representa 10 pontos percentuais acima da média de 10% registrada nos três primeiros trimestres do ano. A VSO dos lançamentos foi de 36%.

No segundo semestre do ano passado, a melhora dos indicadores macroeconômicos favoreceu a antecipação do lançamento de três projetos previstos para 2018: o Smart São Carlos, em São Carlos, o Green Home, localizado em São José do Rio Preto, e o Green Club Residence, em Rondonópolis, no Mato Grosso. Juntos, os três empreendimentos contabilizam o volume geral de vendas (VGV) R$ 199 milhões.

Para 2018, a companhia planeja novos lançamentos, marcando sua retomada no segmento Minha Casa Minha Vida (MCMV), que deve representar entre 25% e 30% do Volume Geral de Vendas (VGV) total a ser lançado.

SOBRE A RNI    

Fundada em São José do Rio Preto há mais de 26 anos, a construtora e incorporadora tem 172 empreendimentos lançados em todo o Brasil e atuação em 55 cidades de 12 estados brasileiros. Com capital aberto desde 2007, tem mais de 64 mil unidades lançadas, somando 6,1 milhões de m² construídos, e faz parte das Empresas Rodobens, um dos maiores grupos empresariais do país, com atuação nos segmentos financeiro e de varejo automotivo – Banco, Consórcio, Corretora de Seguros, Leasing & Locação, Automóveis e Veículos. Com atuação nacional, o grupo tem tradição de mais de 68 anos.