Reunião entre Prefeitura e membros da Setas discute funcionamento do Ganha Tempo...
Fullbanner1



Reunião entre Prefeitura e membros da Setas discute funcionamento do Ganha Tempo em Rondonópolis

Fonte: Da redação
SHARE
Foto: Divulgação.

Um espaço de cidadania, o Ganha Tempo foi tema de reunião entre representantes de diversas secretarias municipais e de membros da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas), que ocorreu na manhã desta quarta-feira (7), no auditório do Paço Municipal.

Responsável pela gestão da Parceria Público-Privada (PPP) para instalação das unidades do programa Ganha Tempo nos diversos municípios de Mato Grosso, o chefe da Unidade de Gestão de Parcerias da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas), Marcos Sovinski, ressaltou que o objetivo do Ganha Tempo é prestar serviços públicos de qualidade: “Nós já temos a confirmação de órgãos federais, estaduais e, hoje, aqui,  estamos fechando a parceria com os órgãos municipais de atendimento ao cidadão. Assim, pessoas poderão encontrar em um mesmo local diversos serviços públicos”.

Em um espaço de 1.600 metros de área construída, o Ganha Tempo vai funcionar no local onde era a antiga rodoviária. Serão cerca de cem serviços quando a unidade estiver em pleno funcionamento com 20 parceiros atuando no local. “Atualmente, 16 parceiros já aderiram ao projeto, entre órgãos federais, estaduais e municipais. Teremos lá o Detran, o Tribunal Regional Eleitoral, a CDL, Secretaria de Estado de Fazenda, o INSS e o Sine. A previsão é de uma média diária de mil atendimentos”, comentou Sovinski. Haverá também um infocentro, com computadores e acesso à internet gratuita.O Ganha Tempo vai estar aberto ao público de segunda a sexta-feira, das 8h às 18 horas.

Para a organizadora do encontro, a gerente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Rondonópolis (IPPUR), Cláudia Lugli, a cessão de uma área nobre pela Prefeitura em um local de fácil acesso à população revela a preocupação do Poder Público em proporcionar excelência de atendimento à população. “É uma proposta diferente de serviços públicos que une qualidade de equipamento e material humano. Para a Prefeitura é um plus, pois a centralização de tantos serviços em só local vai facilitar a vida do contribuinte, que poderá resolver, inclusive, mais de uma demanda no mesmo dia”, pontuou.

Segundo Sovinski, a previsão é de que até maio o rondonopolitano possa contar com o Ganha Tempo na cidade. “O contrato da Parceria Público-Privada reza que as unidades deverão estar instaladas em até um ano. A unidade de Rondonópolis tem um prazo contratual de 10 de outubro. Porém, como, pela experiência da concessionária no projeto da unidade de Cuiabá, com três meses de obras o Ganha Tempo em operação, nós acreditamos que aqui também podemos alcançar esse prazo. Então, esperamos que  a empresa entregue as obras em abril e, contando com a fase de testes e pré-operação, podermos abrir as portas à população entre meados de abril e início de maio”.