Representantes da China e Peru apresentam projeto da Ferrovia Transoceânica ao prefeito...


Representantes da China e Peru apresentam projeto da Ferrovia Transoceânica ao prefeito Mauro Mendes

A ferrovia sairá do Oceano Atlântico, no Estado do Rio de Janeiro e se estenderá por 4,4 mil quilômetros até o Oceano Pacífico, no Peru, passando pelos Estados de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Rondônia e Acre

0
Fonte:
SHARE
Foto:Assessoria.

O prefeito Mauro Mendes recebeu representantes da China e Peru para apresentar e mostrar a viabilidade do projeto de construção da Ferrovia Transoceânica. A ferrovia sairá do Oceano Atlântico, no Estado do Rio de Janeiro e se estenderá por 4,4 mil quilômetros até o Oceano Pacífico, no Peru, passando pelos Estados de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Rondônia e Acre.

A meta, segundo eles, é de reduzir distâncias e custos de transporte, entre os países envolvidos, sendo os aspectos financeiros, econômicos, de meio ambiente, de produção, demanda, mercado e de logística, entre outros, como ponto base para construção.

O grupo, durante apresentação, ainda frisou a importância da consolidação da ferrovia para a economia do país e o Estado de Mato Grosso, como também os benefícios fiscais e aduaneiros nas importações e exportações. “A construção do eixo de comércio entre os países envolverá, se concretizado, segundo os representantes, transações bilionárias de produtos para mais de 1,6 bilhão de pessoas – um quarto da população do planeta”, apontou o grupo formato pelos engenheiros chinês Yang Jinjun e os peruanos Enrique Aldave e Jorge Jesus Urtiz.

Após apresentação, Mauro Mendes se mostrou solicito ao projeto e destacou o esforço de todos envolvidos na busca da concretização. Ele apontou para as nossas demandas de produção de grãos e o quanto a construção da ferrovia pode auxiliar na saída do produto, que é considerado o carro-chefe da nossa economia.

“Tenho percebido a determinação dos países envolvidos neste projeto. Esses países tem implementando muita determinação para que isso deixe de ser um sonho e tenho percebido que nos últimos anos, estamos caminhando para ações concretas para a transformação em realidade. Certamente será uma verdadeira integração da América Latina, que propiciará desenvolvimento a todos nós. E aqui em Mato Grosso, que é um Estado distante dos portos do Atlântico e Pacifico, rico na agricultura, com a produção de grãos, e com potencial para triplicar esta produção nos próximos anos, a chegada da ferrovia será uma grande expansão de mercado”, disse.

O prefeito ainda lembrou que existem ações caminhando nesta direção e a viabilidade política é muito importante, mas a viabilidade econômica, que deve ser afinada com a participação da iniciativa privada com os empresários e investidores, é que transformará a vontade política em ações concretas.

 

“Esse é um projeto econômico, então sabemos da importância do interesse da iniciativa privada. E temos que mostrar à ela que tudo isso visto aqui é uma negócio viável para todos; um investimento para promover o desenvolvimento econômico. Assim, nós, agentes públicos estamos empenhados com esta agenda. E vamos trabalhar para que em algum ponto da história, possamos concretizá-lo”, finalizou Mauro.

Também participaram do encontro o presidente da Câmara Municipal, Haroldo Kuzai; os secretários municipais de Governo e Comunicação, João Batista Oliveira; de Cultura, Esportes e Turismo, Alberto Machado; Assistência Social e Desenvolvimento Humano, José Rodrigues Rocha; Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, Alan Porto; Serviços Urbanos, José Stopa; o procurador-geral Rogério Gallo e também os vereadores Domingos Sávio e Leonardo de Oliveira.
Fonte:24HorasNews.