Registro de candidata será analisado nesta sexta-feira
Supermoveis



Registro de candidata será analisado nesta sexta-feira

Fonte:
SHARE

A juíza aposentada Selma Arruda é a única dentre os candidatos ao senado que ainda não teve o registro de candidatura deferido pela Justiça Eleitoral. Os demais postulantes as duas cadeiras para o senado em Mato Grosso estão devidamente autorizado pelo Tribunal Regional Eleitoral a disputar o pleito que tem votação no dia 7 de outubro.

O registro de Selma, no entanto, deve ser julgado em sessão marcada para essa sexta-feira. O motivo na demora está no fato  do juiz Ulisses Rabaneda, do TRE-MT, ter pedido ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) informações sobre a juíza aposentada, sobre processos disciplinares contra Selma.

No entanto, em seguida, a decisão sobre o pedido ao CNJ acabou sendo revogada.

Por outro lado, o TRE deve pedir para que Selma, tire o termo juíza do seu nome político. O Tribunal deu prazo de 24 horas para que a candidata se manifeste e se não houver manifestação, o nome dela aparecerá na urna, caso tenha o registro deferido, apenas como Selma Arruda.

O Ministério Público Eleitoral havia pedido a impugnação de Selma, questionando a legalidade da indicação de uma das suas suplentes. No entanto, a defesa da candidata alega, que todas as irregularidades foram sanadas a tempo do registro ser protocolizado na Justiça Eleitoral.

Os nomes de todos os candidatos que vão disputar o pleito tem como prazo final nesta sexta-feira para serem inseridos no sistema de votação eletrônica.