Região sul de MT reduz homicídios e roubos no primeiro bimestre
Adventista



Região sul de MT reduz homicídios e roubos no primeiro bimestre

Fonte: Polícia Civil
SHARE

Os dados do primeiro bimestre de 2018 apontam redução significativa da criminalidade na Região Integrada de Segurança Pública (RISP) de Rondonópolis, em comparação com os dois primeiros meses de 2017. Foram -43% casos de homicídios dolosos (de 21 para 12) e -18% casos de roubos – quando há ameaça ou violência – (de 368 para 301). Apenas os casos de furtos (sem ameaça ou violência) apresentaram aumento de 4% (de 617 para 641).

O levantamento é da Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal (CEAC) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), que demonstra também queda nos índices destes crimes em 2017, em comparação com 2016. Foram -33% ocorrências de roubos (quando há ameaça ou violência), – 10% de homicídios dolosos e -5% de furtos (sem ameaça ou violência). Os números são referentes ao período de janeiro a dezembro de cada ano.

Além de Rondonópolis, compõem a RISP as cidades de Guiratinga, Itiquira, Pedra preta, São José do Povo, Tesouro, Alto Araguaia, Alto Garças, Alto Taquari, Araguainha, Ponte Branca, Dom Aquino, Jaciara, Juscimeira e São Pedro da Cipa. Em números absolutos, foram registrados em 2017 e em 2016, respectivamente: 1.811 e 2.692 roubos; 113 e 125 homicídios; e 3.802 e 3.994 furtos.

As ações integradas das instituições que fazem parte do sistema de segurança pública em Mato Grosso, desde 2015, são responsáveis pelos resultados positivos. Para fortalecer as operações, houve um incremento de 102 profissionais da segurança pública nesta RISP. Além disso, em Rondonópolis foi implantado o Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra), que fornece auxílio e pronto-atendimento às ocorrências, atuando na prevenção e repressão de crimes contra o patrimônio como roubos, furtos, roubos de veículos e latrocínio, bem como em casos de homicídios.

Segundo o delegado-regional de Rondonópolis da Polícia Judiciária Civil (PJC), Claudinei de Souza Lopes, investimentos importantes contribuíram para isso. “Na sede da RISP, por exemplo, foram entregues novos prédios da 2ª Delegacia de Polícia e Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Delegacia Regional e Delegacia Especializada do Adolescente”, ressalta o responsável por 21 delegacias das 15 cidades.

Também foram inauguradas novas estruturas das Delegacias de Polícia de Jaciara e de Alto Garças. As Delegacias de Juscimeira, Itiquira e Pedra Preta estão em fases finais de reforma. Foi inaugurada ainda a Delegacia da Mulher de Barra do Garças, em parceria com a Rede de Enfrentamento a Violência Doméstica Contra a Mulher de Barra do Garças e Pontal do Araguaia. Com a soma de 26 delegados e cinco escrivães ao efetivo de toda a regional, foi possível criar equipes de plantonistas em Rondonópolis. “Fizemos uma readequação e somos o primeiro município do interior a ter quatro delegados que revezam os plantões na 1ª Delegacia de Polícia”, acrescenta Claudinei Lopes.

Policiamento Ostensivo

Já no enfrentamento repressivo, a Polícia Militar (PM-MT) desta RISP conta atualmente com 90 viaturas e também recebeu importantes investimentos, como o reforço de 14 motos, por exemplo, para Rondonópolis. O comandante regional de Rondonópolis, tenente-coronel PM Wilker Soares Sodré, destacou a importância o trabalho integrado para os bons resultados no município. “Tudo isso é alcançado com a soma de esforços de várias instituições do Governo. Este trabalho conjunto é muito importante”.

Ainda segundo ele, o 4º Comando Regional também dispõe de ações preventivas, dentre elas, Operação Escola Segura, Transporte Seguro, Saque Seguro, policiamento preventivo em hotéis e postos de combustível, patrulha rural, patrulhamento motociclístico, visita comunitária e solidária, Programa Educacional de resistência às Drogas (Proerd), patrulha disciplinar integrada e Rede Cidadã.

Em 2017 foi reinaugurado o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) em Rondonópolis. Com 26 câmeras de videomonitoramento, a unidade integra o trabalho da PM, Corpo de Bombeiros Militar e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O investimento em equipamentos e mobiliários é de R$ 250 mil. São 33 PMs, 35 servidores do Samu e cinco bombeiros no atendimento às linhas do 190,192 e 193. Policiais militares também fazem monitoramento das câmeras.

Perícia e Identificação Técnica

Melhorias também estão sendo feitas nas estruturas da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec). Em março deste ano, a unidade do município de Barra do Garças (a 521 km de Cuiabá) passou por reforma e ampliação. O recurso de R$ 61 mil destinado para a obra é resultado da parceria entre a Politec e o Ministério Público, por meio de indenizações de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). O espaço ampliado passou a abrigar, além do setor de criminalística, o de atendimento ao público.

Também será inaugurada este ano a nova sede da Politec em Rondonópolis, com espaço maior e estrutura de qualidade. Atualmente, o local que abriga a gerência de criminalística e a coordenadoria regional conta com cerca de 40 profissionais, sendo que 27 são peritos. A estrutura terá laboratório para realização de exames diversos, salas para a produção dos laudos, setor de documentoscopia (perícias para constatar fraudes em documentos), local para exames de identificação veicular, mini estande de balística com parede de concreto que possui 30 cm de espessura, alojamentos e refeitórios.

Ainda em Rondonópolis, a sede do Instituo de Medicina Legal (IML) passou por reforma em 2017. Uma das mudanças, por exemplo, foi a construção de um muro junto ao portão de entrada do veículo que transporta corpos, o chamado rabecão. Antes havia apenas uma cerca, o que acabava expondo o traslado dos cadáveres do veículo ao centro de necropsia. A unidade também foi contemplada com a contratação de mais quatro técnicos de necropsia, somando seis no total, e com um novo rabecão, pois o anterior estava muito velho.

Departamento de Trânsito

Com o objetivo de melhorar o atendimento ao cidadão, o Departamento Estadual de Trânsito, vinculado à Sesp-MT, também promoveu melhorias nas unidades desta região. Em 2015 passaram por reformas a vistoria pesada de Rondonópolis e o setor de protocolo sede. Já em 2016 foram contempladas as Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans) de Barra do Garças, de Rondonópolis.