Questões indígenas serão debatidas na próxima semana em Cuiabá
Supermoveis



Questões indígenas serão debatidas na próxima semana em Cuiabá

Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Assessoria
SHARE

“Os Povos Indígenas e seus Biomas: ameaças, resistências e protagonismos” é o tema da Semana dos Povos Indígenas 2017, que ocorre no período de 17 a 20 de abril, no Museu Rondon de Etnologia e Arqueologia da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). O evento é aberto a profissionais da Educação, comunidade escolar indígena e não-indígena e público em geral interessado pela temática.

Ao longo do encontro serão realizadas mesas-redondas, palestras, conferências e lançamentos de obras literárias e do Cineclube Jenipapo (Musear) com o filme: Terra Vermelha.

Além disso, o evento conta com a exposição de curta duração “Oi’O e Uiwede: Ritos de Iniciação Xavante”, que apresenta dois momentos do processo de admissão dos moradores da casa dos solteiros do povo Xavante: a luta dos meninos (oi’ó) e a corrida de toras de buriti (uiwede). As fotos que compõem a exposição foram registradas nos anos de 2009 e 2017 na Aldeia Nossa Senhora de Guadalupe, na Terra Indígena São Marcos (Barra do Garças/MT) pelo professor e antropólogo Paulo Sergio Delgado, do Departamento de Antropologia da UFMT.

De acordo com o professor Lucas de Albuquerque Oliveira, da Coordenadoria de Diversidades da Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc-MT), o órgão compreende a importância da formação profissional dos professores, no que tange as Leis 10639/03 e 11645/08 que tratam das Diversidades Étnico – Racial e Indígena.

“Nesse sentido, é necessário que esses profissionais estejam em constante contato com as discussões da área, A Semana do Povos Indígenas é uma dessas importantes oportunidades para isso. Futuramente, também seremos parceiros do Museu em uma formação continuada para os professores da rede estadual de educação que atuam na educação indígena”, destaca Oliveira.

A realização é da UFMT, Museu Rondon de Etnologia e Arqueologia/UFMT, com apoio da Operação Amazônia Nativa (OPAN), Etrúria, Instituto Yukamaniru, Conselho Indigenista Missionário, Prefeitura de Cuiabá / Secretaria Municipal de Educação e Coeduc.

Mais informações a respeito do evento e demais atividades desenvolvidas pelo Museu podem ser obtidas pelo telefone – (65) 3313-7386, pelo site http://museurondonufmt.blogspot.com.br ou pelo e-mail museurondonufmt@gmail.com.

PROGRAMAÇÃO:

17/04/17 (segunda-feira)

19h-Museu Rondon de Etnologia e Arqueologia/UFMT

Palestra e lançamento obra “Os fuzis e as flechas. A história de sangue e resistência indígenas na ditadura”, do jornalista Rubens Valente.

Lançamentos de livros e publicações

 

18/04/17 (terça-feira)

8h30 – Museu Rondon de Etnologia e Arqueologia/UFMT

Mesa: Os Direitos Indígenas no contexto das hidrelétricas nas bacias dos rios Teles Pires e Juruena

Vídeo: O complexo Teles Pires (Fórum Teles Pires)

16h – Museu Rondon de Etnologia e Arqueologia/UFMT

Abertura da exposição de curta duração “Oi’O e Uiwede: Ritos de Iniciação Xavante”.

19h – ADUFMAT

Mesa: Desafios da política indigenista frente às políticas de Estado. Convidados: Megaron Txcarramãe, Cacique Damião (Maraiwatséde).

 

19/04 (quarta-feira)

8h às 17h – Centro Cultural

Mesa: a História e Cultura do Povo Bororo na Perspectiva das Crianças de Cuiabá.

19h – Centro Cultural

Conferência: O Estado Brasileiro e os Povos Indígenas

Convidados: profa. Dra. Lia ZanOtta Machado (UNB/ABA), Dr. Ricardo Pael (Procurador da República), Libério Uiagumeareu Bororo.

Lançamento e apresentação da Obra “TAUKANE, Darlene Yaminalo. Etnomapeamento do Povo Kura”

 

20/04/17 (quinta-feira)

18h30 – Museu Rondon de Etnologia e Arqueologia/UFMT

Lançamento do Cineclube Jenipapo (MUSEAR) com o Filme: Terra Vermelha;

Debate com os estudantes indígenas: relatos da realidade territorial em que vivem.