Quadrilha é presa e carro recuperado na Praça Popular em MT
Supermoveis



Quadrilha é presa e carro recuperado na Praça Popular em MT

Fonte: Polícia Civil
SHARE
Foto: Divulgação.

Uma associação criminosa foi desarticulada no domingo (25) com a prisão de quatro pessoas em investigação de roubo a um veículo ocorrido no dia anterior na Praça Popular, em Cuiabá. A ação policial foi realizada pela Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores (DERRFVA), da Polícia Judiciária Civil.

Os policiais civis foram acionados no sábado (24) para investigação do roubo a um veículo Honda Fit, cor branca, subtraído de uma mulher, que é procuradora do Estado, e foi abordada por dois assaltantes próximo a um salão de beleza. Como a vítima demorou a entender o anúncio do assalto, os criminosos chegaram a “bater” com uma arma de fogo no vidro do automóvel exigindo que ela descesse do carro e entregasse a chave.

As diligências apontaram que os suspeitos podem estar envolvidos em outros roubos na região. Restou apurado que eles estavam utilizando uma motocicleta CG Cor Cinza escura para cometer os crimes.

De posse da identificação do veículo os policiais conseguiram identificar prováveis endereços. Em um deles foi possível visualizar o carro roubado pela fresta do portão de uma residência no bairro Goiabeiras.

Diante da situação de flagrante, os policiais entraram na residência, por volta das 12h de domingo (25) e abordaram os suspeitos Wellington Akerley de Moraes, 39 (proprietário da casa), Diego Alves dos Santos, 32, João Ricardo Vicencio, 26, e Claudio Willian Oliveira da Silva. Uma quinta pessoa que estava na residência conseguiu fugir, mas já está identificada pela Polícia Civil.

Diversos objetos foram apreendidos no local, como notebooks, celulares, entre outros, cuja procedência ainda será investigada. O celular e a carteira da vítima do roubo estava no meio dos itens encontrados.

Conduzidos à delegacia, todos negaram participação no crime. Mas Diego foi reconhecido pela vítima como autor do roubo.

Três dos detidos foram autuados por associação criminosa e receptação, e Diego autuado por roubo e associação criminosa.

De acordo com o delegado titular da Derrfva, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, a suspeita é que o local tenha sido utilizado em ocasiões anteriores para ocultar veículos roubados.

O caso segue em investigação pela Polícia Judiciária Civil.