Projeto dificulta o acesso de criminosos a produtos de uso restrito das...
Adventista



Projeto dificulta o acesso de criminosos a produtos de uso restrito das Forças Armadas

Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Agência Câmara
SHARE
Ninho: ao incluir o uso indevido de produtos controlados no Código Penal, será possível inibi-lo com maior efetividade pelo agravamento da penalidade.

Tramita na Câmara projeto (PL 7132/17) do deputado Severino Ninho (PSB-PE) que dificulta o acesso de criminosos a produtos controlados e de uso restrito das Forças Armadas e de órgãos de segurança, como armas, munições, acessórios, uniformes oficiais, fardas, vestimentas, distintivos entre outros.

Severino Ninho argumenta que o acesso de criminosos a esses produtos é facilitado e as penas previstas para o uso indevido deles, muito brandas. Hoje, as penas variam de advertência, multa simples, multa pré-interditória, interdição, até a cassação de registro. “Ao incluir o uso indevido de produtos controlados no Código Penal (Decreto-Lei 2.848/40), este projeto possibilita que a lei passe a qualificar esse crime em conformidade com os malefícios que produz e passe a inibi-lo com maior efetividade pelo agravamento da penalidade.”

Pela proposta do deputado, a punição para crimes cometidos com materiais de uso restrito das forças de segurança poderá ser agravada.

Tramitação
O projeto tramita em conjunto com os PLs 778/15 e 781/15 na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. Depois segue para o Plenário.