Produtores de Minas Gerais se empenham para recuperar pastagens degradadas
Fullbanner1

Fullbanner2


Produtores de Minas Gerais se empenham para recuperar pastagens degradadas

Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Assessoria
SHARE

Preocupado com os problemas gerados pela degradação do solo, situação comum a muitos produtores da região de Curvelo, o médico veterinário Júlio César Fonseca Calazans, proprietário da Fazenda São Domingos, é um dos participantes da terceira turma do Projeto ABC Cerrado no município. No primeiro módulo do treinamento, que teve carga horária de 8 horas, ele recebeu do engenheiro agrícola e instrutor Luiz Carlos Dias Carvalho lições sobre as causas e efeitos da degradação de pastagens, seus impactos na emissão de gases de efeito estufa e os benefícios e ganhos ambientais trazidos a partir da reforma das pastagens.

“Todo esse conteúdo foi de extrema importância porque as pastagens da minha fazenda já chegaram a um ponto de degradação tão crítico que precisei diminuir a lotação do rebanho e, consequentemente, minha rentabilidade. Isso sem contar que a nascente da propriedade está secando”, descreve Calazans.
O instrutor avalia que o maior benefício da capacitação é mostrar ao produtor o que ele deve fazer para aproveitar os recursos naturais existentes no ambiente, a fim de reduzir o uso de fertilizantes inorgânicos e melhorar a eficiência dos fertilizantes orgânicos, diminuindo, assim, a emissão de gases de efeito estufa. “Penso que os produtores que estão preocupados com as questões ambientais mostram, antes de tudo, que se importam com a sobrevivência do planeta”, pontua Carvalho.

No segundo módulo, foi a vez de conhecer os métodos de reforma de pastagens degradadas, os sinais de degradação e seus estágios, e as principais estratégias de intervenção para corrigir as pastagens. Bastante animado com os encontros, o produtor, que trabalha com cria e recria de gado de leite, diz que as primeiras impressões foram as melhores possíveis. “O treinamento tem sido muito positivo porque mostra nossas falhas e nos ensina a corrigi-las”, destaca.
O principal objetivo do curso, aponta Luiz Carvalho, é mostrar que, sem um manejo adequado, o solo esgota suas potencialidades, deixa de produzir e morre. “Nosso trabalho mostra na prática que é possível recuperar o solo empobrecido e preservá-lo para que produza mais e dê mais retorno financeiro aos produtores. Sem esses cuidados, o prejuízo vem muito rápido”, alerta.

Ainda serão realizados outros dois módulos com duração de 16 horas cada. O Projeto ABC Cerrado é coordenado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e pela Embrapa, e sua execução está a cargo do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) e das regionais dos estados selecionados, entre elas o SENAR Minas. O treinamento tem o apoio do Sindicato dos Produtores Rurais de Curvelo.

Para saber mais informações sobre o projeto, acesso o blog ABC no SENAR: http://www.senar.org.br/abcsenar

Assessoria de Comunicação do SENAR/MG
www.sistemafaemg.org.br

Montreal