Produtores apostam em ferramentas de gestão e concluem Programa Empreendedor Rural
Fullbanner1

Fullbanner2


Produtores apostam em ferramentas de gestão e concluem Programa Empreendedor Rural

Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Assessoria
SHARE

Fomentar o empreendedorismo no campo. Esse é o objetivo principal do PER – Programa Empreendedor Rural, oferecido pelo SENAR/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, em parcerias com os sindicatos rurais, que visam a formação de lideranças no Agro e o debate na contribuição do setor para a sociedade.

A iniciativa retorna em 2017 com força total em dois polos, Campo Grande e Três Lagoas. Enquanto que na “Capital da Celulose” o PER inicia uma nova turma, nessa sexta-feira (04) na Capital, 15 produtores rurais concluíram a formação do programa especial do SENAR/MS no sindicato rural.

Desde março, foram 20 encontros que englobaram conteúdos técnicos de gestão e de desenvolvimento humano. Além das dinâmicas em salas de aula, os produtores conheceram de perto a realidade do mercado por meio de visitas a agroindústrias e consultorias, ampliando a visão sobre o setor e a importância do sucesso “da porteira para dentro”, potencializando as ações da propriedade.

Para participar da qualificação de alto nível, o aluno deve atendes aos pré-requisitos exigidos. É necessário ter 18 anos, segundo grau completo, ser produtor rural ou pertencer à família do campo e estar disposto a desenvolver um espírito empreendedor.

O instrutor do SENAR/MS, Mauro Cabral Júnior, reforça que o PER possibilita que o produtor enxergue a atividade rural como uma empresa e maior profissionalismo. “É preciso entender de Matemática Financeira, para planejar, conhecer os riscos, fazer estudo de mercado, e os impactos das metas metras traçadas na propriedade”.

“Além disso, é uma mudança de comportamento, postura e atitudes que refletirá, não apenas no aspecto financeiro, mas principalmente no capital social, como por exemplo o processo de sucessão familiar tão importante para consolidação do negócio no campo”, aponta.

Após elaborar o projeto para conclusão do Programa, Antônio Adailto Ribeiro, aposta no resultado dos estudos. O produtor de Jaraguari, que desenvolve a pecuária de corte com recria e engorda de animais, já planeja expandir a atividade com a aquisição de uma nova propriedade. “Eu e minha esposa participamos desde o início e chegamos até o final com todo o levantamento do nosso negócio. Com uma visão mais técnica, teremos decisões mais assertivas e segurança diante do cenário econômico atual. Ter as informações na ponta do lápis faz a diferença”, declara.

Assessoria de Comunicação do SENAR/MS
www.senarms.org.br

Montreal