Primavera: Devedores podem ser protestados a partir de 1º de agosto
Supermoveis



Primavera: Devedores podem ser protestados a partir de 1º de agosto

Fonte: Da redação
SHARE

Ultrapassam os R$ 29 milhões o valor de dívidas ativas que alguns munícipes de Primavera do Leste têm com a prefeitura. Em atendimento à lei de responsabilidade fiscal e improbidade administrativa, que diz ser obrigatoriedade do Poder Executivo ações para que não haja renúncia da receita municipal, a partir do dia 1º de agosto a Prefeitura é obrigada, por lei, a protestar as dívidas ativas.

Os protestos serão feitos de forma gradativa. Prevê-se que até dezembro deste ano, todas as dívidas ativas sejam protestadas. Os protestos trazem como consequência ao contribuinte a negativação do nome nos órgãos de proteção ao crédito, como por exemplo, SPC e Serasa, e impede que o cidadão tenha acesso a créditos. Os protestos irão acontecer para quem deva qualquer tipo de impostos e multas, como IPTU, ISS e alvará.

O protesto é uma ação extrajudicial, incentivada pelo próprio Poder Judiciário, já que pode auxiliar na diminuição de execuções fiscais nos fóruns que é um processo caro tanto para a Prefeitura quanto para o Poder Judiciário. Além do mais, os protestos vêm se mostrando mais eficientes para este tipo de cobrança.

De acordo com a Corregedoria-Geral da Justiça de Mato Grosso (CGJ-MT) o processo de desjudicialização do estoque de processo de execução fiscal segue meta estabelecida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).