PRF registra queda no número de acidentes durante o feriado da Semana...
Adventista



PRF registra queda no número de acidentes durante o feriado da Semana Santa

Fonte: PRF
SHARE
Foto: Ilustrativa

Nos quatro dias da Operação Semana Santa, da Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 1091 acidentes, 82 mortos e 1107 feridos em rodovias federais no Brasil. O órgão divulgou números preliminares da operação, que contou com reforço de todo o efetivo nos trechos com maiores índices de acidentes. Iniciada na quinta-feira (13), a operação também registrou 47,7 mil infrações de trânsito.

O resultado preliminar representa uma redução de 16% no número de acidentes, 13% nos feridos e 1% no número de mortos. Na operação de Semana Santa em 2016, a PRF havia registrado 1304 acidentes, 1267 feridos e 83 mortos.

Apesar da redução no número de ocorrências, mais de 40% das mortes ocorreram no último dia da operação, justamente no momento de retorno das famílias aos seus lares.

Mesmo com o esforço na fiscalização, policiais rodoviários federais flagraram motoristas conduzindo em velocidade acima da permitida na via. O órgão contabilizou 60 mil flagrantes de excesso de velocidade. Outros 5,8 mil motoristas foram autuados por ultrapassar em locais proibidos.

O reforço no efetivo ocorreu em todo o Brasil e também focou na educação para o trânsito. As ações educativas, com o objetivo de sensibilizar motoristas e passageiros de seus papéis na construção de um trânsito mais seguro, alcançaram 42,2 mil pessoas.

MATO GROSSO

Em Mato Grosso o balanço da Operação Semana Santa foi ainda melhor que a media nacional.
Foram 31 acidentes contabilizados, com 3 feridos graves e apenas 1 óbito. Ano passado, durante os quatro dias da Semana Santa foram registrados 38 acidentes que levou a 5 mortos. Portanto, a Operação Semana Santa de 2017 representa uma redução de 21% no número de acidentes e 80% número de óbitos em comparação ao mesmo período de feriado do ano passado no estado.

Foram registrados ainda 2073 testes de etilômetro realizados, ocasionando a prisão de 12 pessoas. Além de 109 autuações pelo condutor ou passageiro deixar de usar o cinto de segurança; 30 por não usar a cadeirinha como dispositivo de retenção para crianças; e também 192 ultrapassagens indevidas. Para coibir o excesso de velocidade foram 54 horas de utilização dos radares móveis e 1183 imagens capturadas em todas as 5 BR’s que cortam Mato Grosso.